Reflexão do Dia: Nossa Senhora de Nazaré Rogai por nos!

Nossa Senhora de Nazare

A Igreja celebra hoje o aniversário de nascimento da Virgem Maria. Essa festa de hoje, e’ celebrada, na Igreja, desde o século VII da era crista, isto quer dizer, a mais de 1300 anos. O nome desta festa e’: Natividade da Virgem Maria.

Na Igreja católica, o reconhecimento da Virgem Maria como Mãe de Jesus e’ desde a sua fundação. Ate diria mais: a Igreja começou a ganhar forma com o nascimento de Nossa Senhora. Próprio porque foi Jesus quem fundou a Igreja Católica, e Maria foi o templo humano da fé, que O gerou. Não se pode entender o mistério da Igreja sem levar em consideração a pessoa de Jesus e se Jesus nasceu de Maria logo a Igreja tem alguma coisa haver com Nossa Senhora. Basta ler o Bíblia pra poder entender isto. Foi ela quem deu a luz a Jesus, o amamentou, o criou e o educou na fé. Foi ela com São José que preparam Jesus para a Missão. Eles ensinaram, desde cedo a Jesus, o caminho da fé, conforme esse texto de São Lucas:

“Completados que foram os oito dias para ser circuncidado o menino, foi-lhe posto o nome de Jesus, como lhe tinha chamado o anjo, antes de ser concebido no seio materno.Concluídos os dias da sua purificação segundo a Lei de Moisés, levaram-no a Jerusalém para o apresentar ao Senhor, conforme o que está escrito na lei do Senhor: Todo primogênito do sexo masculino será consagrado ao Senhor (Ex 13,2); e para oferecerem o sacrifício prescrito pela lei do Senhor, um par de rolas ou dois pombinhos” (Cfr.Lc 2, 21-24).

Nesse Maria e São José São exemplos de pais. São exemplos de Cristãos que educam seus filhos, desde cedo, na fé que professam. Olhando este exemplo, vamos ver que o certo, o que recomenda a Bíblia e’ o batismo de crianças. Não São os filhos que escolhem a fé, mas, assim como os pais lhes deram a vida física, eles devem, por coerência, darem a vida espiritual, ou seja, o batismo, a religião.
Em outra passagem de São Lucas vemos outra vez este exemplo:

“Impelido pelo Espírito Santo, foi ao templo. E tendo os pais apresentado o menino Jesus, para cumprirem a respeito dele os preceitos da lei, tomou-o em seus braços e louvou a Deus nestes termos: Agora, Senhor, deixai o vosso servo ir em paz, segundo a vossa palavra. Porque os meus olhos viram a vossa salvação que preparastes diante de todos os povos, como luz para iluminar as nações, e para a glória de vosso povo de Israel.Seu pai e sua mãe estavam admirados das coisas que dele se diziam” (Cfr. São Lucas 2, 27-32).

Os pais são os responsaveis pela educação dos filhos durante toda a vida. São eles que levam os filhos `a Pia batismal, mas também ao altar no dia do matrimônio ou da consagração religiosa ou, ainda, da Ordenação sacerdotal. Mas a formação religiosa e um processo onde os pais estão presentes em todos os momentos, ora corrigindo, ora testemunhando e ora aplaudindo e, em alguns casos, junto `a sepultura. Com Nossa Senhora não foi diferente. Vejamos um texto bíblico onde ela da broca em Jesus:

“Tendo ele atingido doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume da festa. Acabados os dias da festa, quando voltavam, ficou o menino Jesus em Jerusalém, sem que os seus pais o percebessem.Pensando que ele estivesse com os seus companheiros de comitiva, andaram caminho de um dia e o buscaram entre os parentes e conhecidos. Mas não o encontrando, voltaram a Jerusalém, à procura dele. Três dias depois o acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os e interrogando-os. (…) Quando eles o viram, ficaram admirados. E sua mãe disse-lhe: Meu filho, que nos fizeste?! Eis que teu pai e eu andávamos à tua procura, cheios de aflição. (…) Em seguida, desceu com eles a Nazaré e lhes era submisso. Sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração. E Jesus crescia em estatura, em sabedoria e graça, diante de Deus e dos homens” (Cfr. São Lucas 2, 42-52).

Ela foi firme e o corrigiu e Ele a obedeceu. Mas tem uma passagem onde ela o admira e o apóia no inicio de seu Ministério. Estou falando das Bodas de Caná, a porta da vida publica de Jesus. Nossa Senhora e’ presente no inicio do Mministério de Jesus e participa, como intercessora, em seu primeiro milagre. Vejamos o que diz o Evangelho de São João:

“Três dias depois, celebravam-se bodas em Caná da Galiléia, e achava-se ali a mãe de Jesus. Como viesse a faltar vinho, a mãe de Jesus disse-lhe: Eles já não têm vinho. Disse, então, sua mãe aos serventes: Fazei o que ele vos disser” (Cfr. São João 2, 1- 4).

Porem, Nossa Senhora de Nazaré, participou dos momentos dolorosos de Jesus. Como muitas mães, ela viu seu filho sofrer, morrer e ressuscitar. Mas quero meditar a dor. Vejamos o ultimo dialogo entra Maria e seu filho. E’ São João Evangelista, quem nos conta:

“Junto à cruz de Jesus estavam de pé sua mãe, a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Cléofas, e Maria Madalena. Quando Jesus viu sua mãe e perto dela o discípulo que amava, disse à sua mãe: Mulher, eis aí teu filho. Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E dessa hora em diante o discípulo a levou para a sua casa” (Cfr. São João 19,25-27).

Daquele momento em diante, São João a levou pra casa! São João representa a humanidade que leva Maria para casa, seja através da fé, seja através de simbolos contundentes tais como: quadros e imagens. O modo não importa. O importante e’ lembrar-se dela e saber que foi ela quem gerou Jesus e saber também que se a veneramos, e’ porque Jesus nos presenteou sua própria mãe. Isso mostra que a missão de Maria e’ grande. Existem outros textos biblicos que exaltam a beleza de Nossa Senhora, mas escreverei em outro momento. Depois de falar da Bíblia quero falar dos textos da Sagrada Tradição. Quero citar agora uma frase do sermão de São Pedro Damião por ocasião desta festa, que dizia assim: “Hoje e’ o dia no qual Deus começa a por em pratica o seu plano eterno, porque era necessario que se construisse a casa antes que o Rei descesse a habita-la”.

Termino minha reflexão com um boníssima recordação da festa de Nossa Senhora de Nazaré, na cidade de Nazareno, MG, onde participei celebrando a Santa Missa, como peregrino e devote da Virgem. Lembro-me do grande Sacerdote, Pe. José Casimiro, pároco e reitor daquele Santuário. e na pessoa dele, abraço o povo maravilhoso de Nazareno e os devotos da Mãe. Que Nossa Senhora de Nazaré, do seu santuário, possa abençoar a todos abençoe a todos, e me especial a mim e a você, meu leitor. Amem!

A canção que escolhi hoje, e’ uma catequese. Linda…

About these ads

7 Respostas to “Reflexão do Dia: Nossa Senhora de Nazaré Rogai por nos!”

  1. César Silveira (Capelinha) Says:

    Realmente não existiria família se não existisse a Mãe, e não estou falando de parto, estou falando de fé, ensinamentos, direção, caminho, oração e vida.
    Não dá pra me imaginar sem antes passar por minha mãe, assim como não dá pra ser fiel a Jesus sem ser fiel a Nossa Senhora.
    Que Nossa Senhora de Nazaré abençoe a todos nós, seus filhos.
    Amém!

  2. Andrea Paiva(Capelinha) Says:

    Muito linda a música, texto, enfim tudo que aprendemos sobre nossa MÃE
    nos faz refletir e buscar seus ensinamentos, como a oração do terço, o amor, a fé, confiança em DEUS.
    Que Nossa Senhora nos proteja.

  3. Milvinha Says:

    Resumidamente, podemos dizer que Nossa Senhora é Mãe de Deus e não da divindade. Ou seja, Ela é Mãe de Deus por ser Mãe de Nosso Senhor, pois as duas naturezas (a divina e a humana) estão unidas em Nosso Senhor Jesus Cristo. Há em Jesus Cristo “duas naturezas”: a natureza divina e a natureza humana. Reunida, constituem elas uma única pessoa, a pessoa de Jesus Cristo.

    Nossa Senhora é Mãe deste única pessoa que possui ao mesmo tempo a natureza divina e a natureza humana, como a nossa mãe é a mãe de nossa pessoa. Ela deu a Jesus Cristo a natureza humana; não lhe deu, porém, a natureza divina, que vem unicamente do Padre Eterno.

  4. Neuza Says:

    A Biblia fala muito pouco da vida de Nossa Senhora,mas quanto ensinamento e testemunho ela nos ensinou!Com o seu SIM,com o seu SILÊNCIO,com o seu FAÇA-SE,com seu CAMINHAR até o Gólgota,com a sua PRESENÇA quando desceu sobre os doze o Espirito Santo.Neste dia recorri aos minhas anotaço~es de suas várias homílias sobre Nossa Senhora.Ninguém,como o Sr, é capaz de enaltecer a nossa Mãe de forma tão emocionante!

  5. ceudeouro Says:

    Muito bela a canção catequética do Zezinho.

    Cantamos muito em nossas paróquais de Santarém.

    Um abraço.

  6. Antonio Carlos de Oliveira Says:

    a tradução do amor de maria pelo seu filho unigênito,espalha-se para toda humanidade, nestes dias dificies o amor de maria conforta a todas e todos.

  7. lourdes bernardette Says:

    Muito linda !!!!! é uma profunda mensagem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: