Archive for agosto \26\+00:00 2009

A propósito do acordo entre o Vaticano e o Brasil

agosto 26, 2009

                                                                                                                                                                                           Dom Orani João Tempesta

Criou-se uma celeuma em torno de um Acordo entre o Estado Brasileiro e a Santa Sé, como se fosse inconstitucional firmarem-se acordos – tanto entre estados como entre grupos religiosos. Isso faz parte da convivência entre grupos e no caso do atual acordo é apenas para constar em um único texto vários dispositivos constituições e legais que já fazem parte das nossas resoluções e leis. Para a Igreja que tem uma história que se confunde com a própria nação brasileira muita coisa ficou apenas nas tradições e na boa vontade de interpretar a história, pois, no passado não eram necessários tantos documentos como é hoje.

A Constituição Federal atribui competência à Presidência da República para a celebração de tratados, convenções e atos internacionais, sujeitando-os ao referendo do Congresso Nacional. A Comissão de Relações exteriores da Câmara dos Deputados tem formulado suas opiniões sobre muitos deles e são tranquilamente aprovados nas sessões plenárias. Afinal esses acordos foram exaustivamente refletidos e estudados pelo governo brasileiro e também pela outra parte através de suas chancelarias.

Uma das alegações é insinuar a interferência recíproca entre o Estado e a Igreja Católica, acenando para ofensa à Constituição Federal, que estabelece o Estado leigo desde a primeira Constituição Republicana de 1891, vedando um estado religioso, em comento ao artigo 19 da Lei Magna, como se o Acordo estabelecesse obrigatoriedade de culto ou relação de dependência ou aliança. Estado leigo não significa estado ateu como querem fazer pensar alguns. Se o estado escolhesse alguma alternativa seria uma teocracia. Por ser leigo é que deve respeitar todas as religiões e também os grupos que não as tem sem privilegiar nenhuma, nem mesmo o ateísmo.

No atual acordo, em instante algum se postula unicidade de culto e sua obrigatoriedade oficial. Não se impõe à vontade e ao direito do cidadão a obrigatoriedade de confessar uma fé ou uma crença.

O conteúdo de todo o Tratado é a liberdade de consciência, assegurando-se o livre exercício do culto religioso e garantida a proteção aos locais de culto e suas liturgias, tal como previsto entre as garantias pétreas da Constituição.

Nenhuma restrição a outras religiões, nenhum embaraço ao seu culto e às suas atividades, nem mesmo àqueles que se dizem ateus e livres pensadores. Respeita o Acordo o pleno exercício da liberdade de todos os cidadãos quanto a qualquer imposição de ordem religiosa.

O Poder Público é leigo, isto é, garante a liberdade religiosa a todos os cidadãos, a liberdade de culto a todas as denominações de igrejas, desde que não se oponham às normas que regem o Estado e isso é muito bem contemplado no acordo em questão.

A maioria dos países tem entre si tratados diversos e muitos deles também acordos com as diversas denominações religiosas. Também a Santa Sé tem acordos parecidos com muitos países e até mesmo com países de minoria católica.

No homem religioso transparece o cidadão exemplar que se projeta, tanto de per si como nas suas organizações e agremiações, como fator de ordem, de respeito e de progresso social.

Por isso, um dos pontos essenciais e que é garantido pela Lei Maior é reafirmado no Acordo com a mesma ênfase do artigo 210 do texto constitucional, inserido nos valores culturais nacionais e regionais, o ensino religioso.

Não se pode desconhecer a importância dos estabelecimentos educacionais das Igrejas tradicionais no País, antecipando e complementando a ação estatal. Tudo contemplado nas Leis das Diretrizes e bases.

A liberdade de culto se exerce nas igrejas e templos, que, por lei, são isentos de impostos. Não é uma lei nova, isso já existe e não só para as Igrejas, mas também para outros grupos. E, se contemplarmos essas igrejas e templos construídos pela iniciativa dos fiéis e que demonstram a riqueza da criação artística, que enriquece a nação pela cultura, compreende-se o empenho na colaboração mútua de sua preservação.

Os ministros do culto não são funcionários ou empregados. Até em associações beneficentes a lei reconhece o voluntariado. O mesmo é de ser reconhecido àqueles que dedicam sua vida ao ministério, não se lhes atribuindo relação de emprego, sejam eles sacerdotes, religiosos ou ministros consagrados. Formam uma nova família com laços que marcam suas vidas. Isso, num mundo consumista e materialista acaba não sendo compreendido.

Estes são valores que se reconhecem neste Acordo e que se propõem a normatizar. Nada tem de negativo em relação ao estado constitucional de direito das partes que o firmaram. Antes, é um monumento à liberdade religiosa, uma valorização do trabalho da religião no engrandecimento da civilização pátria.

Dom Orani `e Arcebispo do Rio de janeiro e o responsavel pela Comunicação Social da CNBB.

Caro leitor, você conhece ou, ao menos, já ouviu falar desse acordo? Qual `e a sua opinião sobre esse acordo?

Fonte: site da CNBB

Reflexão do Dia

agosto 26, 2009

Apenas Ame e já será suficiente

As pessoas criam muitas fantasias em torno do amor. Pensamos que o amor `e uma tempestade. Para amar precisa fazer barulho, trovejar. Temos sensações vulcânicas dentro de nos. Muitos partem por um tipo de amor tempestuoso. Esse excesso mata o amor. Outros pensam que amar e’ estar o tempo todo junto. Isso e’ um outro grande erro. Ser demais na vida do outro sufoca. Na vida, e’ preciso deixar que os nossos amores sintam falta do nosso amor.

Rubem Alves diz que o amor não e’ regido por regras e nem prisioneiro de nossas vontades. O amor vem através do vento e e’ semeado na cachoeira. E’ como um peixe vivo, que pegamos em nossas mãos, mas ele escapole, porque esta vivo. Todos os dias temos que sair em busca desse amor. E’ o amor quem gera a felicidade, a amizade, a realização vocacional, a auto estima… O amor gerencia o nosso equilíbrio. Mas não porque queremos, mas porque como ele vem de Deus. Portanto, e’ uma oferta gratuita que, a qualquer hora do dia ou da noite, podemos colher.

O amor e’ presença. O amor e’ a inutilidade de ser. O amor e’ existencia. Se existo, logo amo. Se estou presente nos momentos de alguma pessoa não e’ preciso palavras e nem gestos. Basta estar ali para mudar o clima. Basta estar ali para dar uma forca. Alias, quando celebramos, na Semana Santa, a Procissão do Encontro, vemos muito claramente que foi um encontro de silencio aquele entre a Mãe das Dores e o Senhor dos Passos. Foram somente olhares que se encontraram, mas o suficiente para manifestar o quanto a Mãe ama o Filho e quanto o Filho esta em comunhão com a Mãe.

Não são as palavras ou o tanto de tempo, que passamos com as pessoas, que qualificarão as nossas relações, mas a intensidade do momento que passamos com as pessoas que deixarão as marcas de eternidade no álbum de nossas lembrancas.

Você meu amigo(a) pode começar, agora, a fazer esse álbum de memórias. Tão intimo que só você tem acesso, porem, não e’ individualista, porque nele contem pessoas que você ama. Pessoas que são reais e, que você dialoga no silencio do seu eu. Então, você pode no dia de hoje, construir um pouco mais do eterno de sua existencia, sendo presença amiga e silenciosa na vida de alguém. Que Deus abençoe seu dia irmão(a). Quero, mesmo longe, ser essa presença silenciosa, inútil e amiga na sua vida.

Termino minha reflexão de hoje, com um testemunho do Padre Fábio de Melo. Quero que você note, que o amor que levou Nossa Senhora a se encontrar com Jesus no caminho do Calvário, e’ o mesmo que nos conduz aos calvários dos nossos irmãos(as) hoje. Ainda que distraídos ou impotentes diante de uma enfermidade, para a pessoa que se aproxima da morte, a nossa inutilidade ou impotência, naquele momento e’ tudo. Pe, Fábio, com sua palavra, nos ajudara a entender isso. Vejamos:

Atualidade: Eu estou com o CQC e não abro

agosto 25, 2009

Tenho observado os meninos do CQC e vi que uma coisa nova apareceu no humor brasileiro. Alias, o CQC `e uma copia do CQC da TV argentina. Mas existe uma máxima pra quem faz Televisão que diz: “Em Televisão nada se cria tudo se copia”. Independente disso, o que me chamou a atenção neste programa humorístico da Band foi o lado jornalístico. A gente ri do quanto as pessoas são ridículas em suas funções. Prestando atenção na moda a gente muitas vezes nem nota os foras que os artistas e gente importante da. Esse povo cometem aberrações clamorosas. E por falar em aberrações, o CQC continua aquele trabalho do Alexandre Garcia, que muito tempo faz, apresentava ao publico o cérebro de nossos políticos. O triste dessa comedia real `e que de Alexandre Garcia pra cá, as coisas parem que pioraram em Brasília. Será ate quando teremos políticos assim? De quem `e a culpa? Veja este vídeo e depois comente.

Veja o que a Biblia diz dessa gente que prega a riqueza a qualquer custo:

agosto 25, 2009


E disse então ao povo: Guardai-vos escrupulosamente de toda a avareza, porque a vida de um homem, ainda que ele esteja na abundância, não depende de suas riquezas. Cf. São Lucas 12,13.

Se é só para esta vida que temos colocado a nossa esperança em Cristo, somos, de todos os homens, os mais dignos de lástima. Cf.1Cor 15,19.

No dia da cólera a riqueza não terá proveito, mas a justiça salva da morte. Provérbios, cf.11,4

Rogo-vos, irmãos, que desconfieis daqueles que causam divisões e escândalos, apartando-se da doutrina que recebestes. Evitai-os! Esses tais não servem a Cristo nosso Senhor, mas ao próprio ventre. E com palavras adocicadas e linguagem lisonjeira enganam os corações simples. Cf. Romanos 16, 17-18

Vós, ricos, chorai e gemei por causa das desgraças que sobre vós virão. Vossas riquezas apodreceram e vossas roupas foram comidas pela traça. Vosso ouro e vossa prata enferrujaram-se e a sua ferrugem dará testemunho contra vós e devorará vossas carnes como fogo. Entesourastes nos últimos dias! Eis que o salário, que defraudastes aos trabalhadores que ceifavam os vossos campos, clama, e seus gritos de ceifadores chegaram aos ouvidos do Senhor dos exércitos. Cf. São Tiago 5, 1-4

Obs: Cf quer dizer confira.

Uma questão de Biblia

agosto 25, 2009

Infeliz do Homem que usa a Palavra de Deus para enganar os simples

Meu amigo e minha amiga, a Palavra de Deus `e muito clara: “ai daquele que escandalizar os pequeninos e pobres, seria melhor que amarrasse uma pedra de moinho no pescoço e se jogasse no fundo do mar”. Estas são palavras do próprio Jesus Cristo no Evangelho. Eu fico abismado de ver, como que por dinheiro, alguns homens usam o nome de Deus em vão. Quando Deus revelou os dez mandamentos a Moisés, no Monte Sinai, Ele disse que um desses mandamentos seria: “Não pronunciaras o nome de Javé, seu Deus em prova d falsidade, porque o Senhor não deixa impune aquele que pronuncia o seu nome em favor do erro (cf. Êxodo 20,7). No catecismo de primeira comunhão a Igreja nos ensina a repetir, em memória esse mandamento de forma resumida assim: “Não tomar seu Santo nome em Vão”. Porem, o vídeo que você vai ver agora, denuncia que essa gente usa o nome de Deus em vão. Tentam falsificar a Palavra de Deus, a Bíblia, para justificar palavras vulgares do Edir Macedo. Essa gente sabe, conhece a Bíblia? Meu amigo, vendo um vídeo como essa `e que agradeço todos os dias a fé que recebi de meus pais: a fé Católica.

O pastor teve a cara de pau de falar pro povo, que a frase vulgar “da ou desce” esta escrita na Bíblia . E o pior `e que, o tal pastor, afirma que a frase `e de Jesus. Confira este vídeo clicando neste endereço: http://www.youtube.com/watch?v=hm-AlL1qITg . (se não consegui ver aperte a tecla Ctrl, continue apertando e clik de novo o mouse sobre o endereço. Seguramente dará certo). Observe que no próprio vídeo mostra escrito que o que Jesus disse `e bem diferente. As frases bíblias aparecem citadas no vídeo. Isso meu amigo, mostra o quanto essa gente desconhece a palavra de Deus, quero dizer que eles não sabem nada de Jesus, apenas o usa, para explorar a fé do povo. O pior que falam isso em rede nacional.

Fazer uma afirmacão desse gênero `e achar que o povo brasileiro `e analfabeto da Palavra de Deus. Você acha que o Filho de Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo, usaria uma frase chula como a pronunciada pelo Edir Macedo? Isso `e usar o nome de Deus em vão. Por isso caro leitor, devemos ter a Bíblia na cabeceira da nossa cama. Devemos lê-la e medita-la em familia para que ninguém venha nos fazer de Bobo.

Veja agora o que diz a Bíblia dessa gente:

Felipenses 3,2 “Cuidado com esses cães! cuidado com esses charlatões! cuidado com esses mutilados!”

Olha só outro conselho de São Paulo Romanos16,17-18 “Rogo-vos irmãos, que desconfieis daqueles que causam divisões e escândalos, apartando da doutrina que recebestes. Evitai-os! Esses tais não servem a cristo, mas ao próprio ventre. E com palavras adocicadas e linguagem lisonjeira enganam os corações simples”.

Atualidades: Livres do fumo

agosto 25, 2009

Hoje colocaremos a reflexao de Dom Aldo Di Cillo Pagotto, Arcebispo da Joao Passoa, no Estado da Paraiba. Com uma reflexao atual, sobre o flagelo do cigarro, o arcebispo mostra como o fumo pode ser prejudicial `a saude, mesmo daqueles que nao fumam, mas que convive com fumantes. Veja o que diz o Bispo:
“A lei restritiva e proibitiva ao uso do fumo em ambientes reservados, privados ou públicos, exemplarmente sancionada nos Estados de São Paulo e do Rio de Janeiro, está ocasionando dezenas de projetos de leis semelhantes, tramitando pelas Câmaras Municipais e Assembleias Legislativas. Na Paraíba, movimentam-se o vereador Geraldo Amorim e o deputado estadual Nivaldo Manoel. A sociedade paraibana parabeniza-os, certamente!
Combater o uso do fumo é questão de saúde pública. Sabemos que ao tabaco incrementado pelos processos industriais acrescenta-se uma quantidade absurda de venenos químicos, incluindo o que mata ratos. O cigarro e assemelhados são portadores efetivos de envenenamentos e, com isso, males irreversíveis para a saúde.
Está comprovado que na simples fumaça do cigarro compõem-se uma média de 4,7 mil substâncias químicas, sendo que 60 delas são causadoras de câncer. Naquelas figuras horríveis estampadas nos maços de cigarro comum comprova-se que este é responsável por 90% dos casos de câncer do pulmão, dos quais 30% são derivados de outras espécies de câncer. O fumo é nocivo aos não-fumantes, que se tornam fumantes passivos.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirma a sequência da nocividade do tabagismo: 85% das doenças pulmonares e 50% das doenças cardiovasculares são provocadas pelo cigarro. É fácil compreender a coibição ao fumo como questão de saúde pública. O hábito inveterado de fumar aumenta em 400% a probabilidade de contrair infecções respiratórias por bactérias e vírus e ainda triplica o risco de provocar um derrame cerebral.
De agora em diante a tendência sobre o uso do fumo é apenas tolerado na própria casa, na rua e em algum espaço ao ar livre. Hábitos mais sadios ganham força, superando os malefícios provocados pelo tabagismo. A maioria das vítimas do vício do tabagismo admite e aprova a medida proibitiva como justa e oportuna. Por mais que se os dependentes do tabagismo tenham consciência sobre os males causados a si próprios, precisam de orientação e tratamento para se libertar, com hercúlea força de vontade.
Dependentes do vício tentarão desmoralizar a lei. Alegarão o argumento inconsistente dizendo que no Brasil essa lei não vai pegar ou que não admitem cerceamento à liberdade individual. Ora, a presente lei sancionada pelo Estado visa preservar, defender e promover a qualidade de vida da sua população, facilitando a libertação dos vícios. O bem comum está acima de interesses pessoais ou grupais, no caso, a indústria do tabaco”.
Dom Aldo Di Cillo Pagotto
Arcebispo da Paraiba
Fonte: site da CNBB

Mensagem do Dia

agosto 25, 2009

Deus te escolheu e te consagrou

Nesta manha bonita, quero dizer a você caro leitor, uma palavra de fé. Tenha fé em Deus razão e origem de tudo, principio e fim de nossa estância. Tenha fé na vida. Se você esta aqui hoje lendo essa mensagem e’ porque Deus quis. Você foi escolhido(a) por Ele para estar aqui. Você tem uma missão para cumprir no dia de hoje. A missão de espalhar otimismo, resolver conflitos, de dar uma palavra amiga a quem precisa. Lembre-se de que Deus quis precisar de você para o dia de hoje, para este momento presente. E’ por isso que você esta aqui, lendo esta mensagem. Acredite nisso! Tenho certeza de você pode ajudar o mundo a ser melhor, comece na sua casa, no seu ambiente de trabalho, no seu bairro, na sua cidade.

Tenha fé em você mesmo(a). Comece a fazer um gráfico da sua vida e descubra os seus valores, seus talentos e suas aptidões. Eles existem e são tantos… Se você, ainda não os enxergou `e porque você presta mais atenção nos outros do que em você mesmo. Você admira tanto os outros, e valoriza tanto os outros que se esqueceu de si mesmo(a). E’ hora de mudar. O exagero em viver policiando os outros gera complexos de inferioridade, faz nascer a inveja e assim, você fica uma pessoas azeda, amarga, negativa e sem motivação pra viver. Posso te garantir que não foi para isso que Deus te criou. Ele te criou para causas nobres. Seu vocação e’ ser Luz das nações. Pense nisso e entregue seu dia a Jesus. Muitas vezes pensamos de não ser merece dores da confisca da Senhor, mas se Ele te escolheu, Ele te capacitara como fez com o profeta Geremias.

Rezemos Juntos com o profeta Geremias:

Foi-me dirigida nestes termos a palavra do Senhor:

Antes que no seio fosses formado, eu já te conhecia; antes de teu nascimento, eu já te havia consagrado, e te havia designado profeta das nações.

E eu respondi: Ah! Senhor JAVÉ, eu nem sei falar, pois que sou apenas uma criança.

Replicou porém o Senhor: Não digas: Sou apenas uma criança: porquanto irás procurar todos aqueles aos quais te enviar, e a eles dirás o que eu te ordenar.

Não deverás temê-los porque estarei contigo para livrar-te – oráculo do Senhor.

E o Senhor, estendendo em seguida a sua mão, tocou-me na boca. E assim me falou: Eis que coloco minhas palavras nos teus lábios.

Vê: dou-te hoje poder sobre as nações e sobre os reinos para arrancares e demolires, para arruinares e destruíres, para edificares e plantares. (Cf.Geremias 1, 4-10)

Catequese: Bispo – origem e função

agosto 24, 2009

Dom Benedicto de Ulhoa Vieira `e um dos bispos mais cultos do Brasil. Arcebispo emerito de Uberaba e membro da Academia Mineira de Letras, ele, mesmo depois de aposentar de suas funcoes de bispo continua a fazer bem `a Igreja. Acompanhe na integra esse artigo de Dom Benedito, que recebi por e-mail.

“Vem-se notando na imprensa o habito lamentável de designar com o titulo de “bispo” o pastor ou o líder de qualquer agrupamento religioso.

Reflitamos: se alguém colocar na porta de seu escritório ou de sua residência uma placa indicativa com seu nome e – sem o ser – acrescentar “médico”, “advogado”, “professor” ou outra profissão, pode ser processado por falsidade profissional. Igualmente com o termo “bispo”. Daí a necessidade de se ter noção exata do que seja o uso correto do termo.

No inicio da pregação evangélica, os apóstolos de Cristo escolheram colaboradores que, após a sua morte, lhes sucedessem no governo das comunidades nascentes e na pregação da mensagem cristã. Inicialmente eram chamados de “sucessores dos apóstolos”, como nos informa Clemente Romano, no ano 96 da era cristã, na bela e conhecida Carta à Igreja de Corinto.

A missão destes sucessores era responsabilizar-se pelas comunidades que se formaram ao redor dos apóstolos, supervisionando a sua vida evangélica. Daí o verbo “episkopein” (supervisionar), de que vem o substantivo “epískopos”: o que zela como guarda e protetor, por supervisionar o rebanho. Em latim “epíscopus” e, em português bispo, isto é: o que tem a nobre missão, como autêntico sucessor dos apóstolos, de responsabilizar-se pela comunidade dos fiéis.

Hoje, quem escolhe e nomeia o bispo é o sucessor de São Pedro, o Papa. O eleito recebe a plenitude do sacramento da Ordem pela “keirotonia”, isto é: imposição das mãos de três outros bispos e pela unção e oração consecratória. Há, pois, uma corrente genealógica ascendente, que chega até um dos doze apóstolos, do qual o bispo atual é verdadeiro sucessor.

Não fica, pois, difícil entender que esta função de suceder a um dos doze apóstolos, função de superintender o rebanho de Cristo – “episkopein” – não pode ser usurpada. O despreparo teológico (ou ousadia) chega até a usar o termo no feminino!

A autoridade do bispo, sucessor dos apóstolos, vem da palavra de Jesus aos doze: “todo poder me foi dado no céu e na terra. Ide, pois: batizai e ensinai que observem o que lhes ensinei.” (Mt 28,19ss).

Triste saber que o termo que designa o poder espiritual de zelar pela Igreja, transmitido por Jesus Cristo aos doze apóstolos e, posteriormente aos sucessores, seja usurpado e vulgarizado, como vem acontecendo há algum tempo para cá. Esta explicação teológica da palavra “bispo” e sua função nos mostram que seu uso atual para designar qualquer líder religioso, não é apropriado e correto”.

Dom Benedicto de Ulhoa Vieira

Arcebispo Emerito de Uberaba MG

Gostou do artigo? Foi claro? comente.

Reflexao do dia

agosto 24, 2009

Infeliz do homem que tem olhos fitos em dois caminhos

Hoje `e segunda-feira, por isso queremos começar a semana com esta mensagem:

“Infeliz do homem que tem olhos fitos em dois caminhos”. E’ um provérbio curdo, ou seja, que veio do oriente, da região do Iraque. Esta frase tem uma forte interpelação. E’ verdade mesmo! Ou se faz bem uma coisa ou não se faz nada de fundamental. Um dos problemas das pessoas de hoje, `e que elas são rasas. Escolhem um tipo de vida, um amor, uma profissão, um tipo de grupo de amigos sem muita reflexão. Então, o raio X da sociedade, a grsso modo, se apresenta assim: casa-se por ímpeto de momento, por isso não dura, porque, não poucas vezes, se casa com a pessoa errada. Escolhem um curso na faculdade, começa a fazer aquele curso e não o termina, porque nao escolheu segundo o coracao, mas se deixou levar pela motivacao do momento. Existem pessoas que um dia falam uma coisa outro dia falam outra. Como diziam os antigos: “um dia tá pra cima outro dia tá para baixo”. Quem `e que sabe?

O homem moderno perdeu a seriedade da palavra. No passado, a palavra de um homem ou de uma mulher, valia mais do que uma assinatura. Hoje se não registrar uma assinatura risca não ter validade. Algumas pessoas parecem que perderam o caráter. Vivemos a cultura da contradição, do descartável, da insegurança, da infidelidade e da falta de confiança de um nos outros.

Tudo isso vai na direção do caminho que escolhemos pra nos. As vezes se dá a idéia de que estamos perdidos numa estrada. Quando uma pessoa se perde, significa que esta pessoa se encontra diante de vários caminhos. Esta pessoa está diante de uma encruzilhada.Então perde-se o rumo de onde se quer chegar. Agora eu te pergunto a você: qual e o seu caminho? Onde você quer chegar? São varias as direções, mas só podemos chegar ao fial de uma. Jesus no Evangelho diz que: “Ninguém pode servir a dois senhores”. E’ isso mesmo! A vida e’ feita de escolhas. As escolhas tem perdas e ganhos. Portanto amigo(a), o dia está apenas começando, e você tem nas mãos a oportunidade de fazer hoje, a escolha certa para poder usufruir da felicidade e do prazer que Deus reserva para o seu dia.

Pedindo a Deus o dom do discernimento rezemos:

Salmos, 1

Feliz o homem que não procede conforme o conselho dos ímpios, não trilha o caminho dos pecadores, nem se assenta entre os escarnecedores.

Feliz aquele que se compraz no serviço do Senhor e medita sua lei dia e noite

Ele é como a árvore plantada na margem das águas correntes: dá fruto na época própria, sua folhagem não murchará jamais. Tudo o que empreende, prospera.

Os ímpios não são assim! Mas são como a palha que o vento leva.

Por isso não suportarão o juízo, nem permanecerão os pecadores na assembléia dos justos

Porque o Senhor vela pelo caminho dos justos, ao passo que o dos ímpios leva à perdição.

Evangelizar o Povo de Deus

agosto 23, 2009
Caríssimo (a), como como sacerdote e jornalista Católico, senti a necessidade de oferecer mais ao povo de Deus. Criei hoje esse blog simples. Esse blog e’ a sementinha de um projeto amplo, que devo desenvolver  quando chegar ao Brasil. Todos os dias haverá uma mensagem nova, uma reflexão atual. Gostaria que você visitasse esse blog e, se gostar, passar esse endereço a seus amigos. Aqui vamos “esquentar ” a nossa fé  católica e vamos educar o povo de Deus. Portanto sua sugestão de temas e seus comentários farão desse espaço, um fórum de debate, onde nos que cremos, seremos, ao mesmo tempo, protagonistas e destinatárias.
A fé da Igreja `e muito forte. Nossas origens estão na Bíblia. O Novo Testamento, conta como a Igreja foi fundada e como nasceu, no coração da Igreja, a devoção `a Maria Santíssima. Nossos católicos Têm de ter tudo isso na ponta da língua. O nosso Brasil esta desenvolvendo muito e, o tema da religião esta se tornando um assunto muito importante na roda de amigos. Conhecer de religião `e como conhecer de ciência, conhecer de turismo, conhecer de historia. Nos queremos neste espaço, enaltecer a cultura religiosa e, de modo especial, a Católica. Temos muito que discutir e falar aqui. Hoje esta começando uma nova fase na minha comunicação com você. Todos os dias teremos um assunto novo pra debatermos.
Obrigado pelos comentários e divulgue esse blog. Vamos por “fogo” na fé das pessoas. Como disse o papa Bento VI, na mensagem do dia mundial das comunicacoes Sociais,  ” a internet `e um novo continente que precisa ser evangelizado”. Estamos começando a fazer a nossa parte: eu e vocês. Valeu muito e que São Pedro os abençoe!