Reflexão do Dia: Otimismo: equilíbrio dos sentimentos

O otimismo e’ filho da esperança e a esperança e’ filha da fé. Uma pessoa que tem fé, espera. Um mulher espera nove meses pra ter um filho, porque tem fé que a criança vai nascer e ira trazer felicidade para aquela familia. Um jovem espera a namorada, porque tem fé que ela vai chegar toda bonita e perfumada. Um jovem, no seminário, estuda tanto tempo, porque espera ser padre um dia. E assim por diante… A vida e’ feita de esperas. Só sabe esperar quem tem fé. Diz São Paulo que a “fé e’ a certeza daquilo que não se vê”. Porem, e’ certeza. E’ ter a convicção acertada de que se esta no caminho certo.

A certeza e’ mãe da segurança. Uma pessoa que tem certezas e’ uma pessoas segura. Uma pessoa segura tem uma auto estima. A auto estima me permite amar e deixar ser amado. Quando apenas se ama, corre-se o risco de ser egoísta, mas quando se permite ser amado torna-se comunhão plena. E’ isso que devemos pensar hoje: eu amo, mas permito ser amado? Eu estou feliz com a minha familia, com meus amigos, com meu trabalho, mas eles estão felizes comigo? Eu tenho muitos amigos, mas estes meus amigos, sentem que eu sou amigo deles? Eu passo amizade e segurança a eles?

O otimismo tem haver com a rede de relacionamentos que criamos. Mas não só. Não basta ter muitos conhecidos e’ preciso ver a qualidade de nossos relacionamentos. Não e’ o tanto de coisas que faço junto com uma pessoa que define a qualidade do meu afeto, mas a intensidade a qual o faço. Por exemplo, conheço pessoas que convivem juntas, mas quando estão ausentes falam mal uma da outra. Um relacionamento marcado pelo ciúmes e a inveja, pelo despeito e competição não fazem bem. Portanto, não chegam ao nível do amor. Tem muita gente que diz que ama, mas se fizermos o controle de qualidade não chega ao nível X pra se definir como amor. E’ somente relacionamento e basta.

Numa situação abaixo do nível do amor, não haverá otimismo. Quem não não experimenta o sensação de amar e de deixar ser amado não alcançará a auto consciência da esperança. Em outras palavras, quem se sente mal amado vivera sem esperança, pessimisticamente. Tudo na vida tem um eixo. O pessimista não tem raiz. Um dia pensa assim e no outro de outra forma. Seu pensamento, suas escolhas não têm raízes. O pessimista vive do relativo, do passageiro. E’ uma pessoa que só olha pro seu umbigo, então não se da a oportunidade de olhar nos olhos dos outros e descobria a poesia que cada um tem. E isso compromete a fé, porque fé e’ abertura. A fé e’ a hemodiálise do amor. Amar me garante crer e crer me garante o Amor.

Que possamos juntos, na hemodiálise do amor e da fé abrir a porta do otimismo que mora dentro de nos.

Anúncios

Uma resposta to “Reflexão do Dia: Otimismo: equilíbrio dos sentimentos”

  1. Graça Julião Says:

    É …..AMOR ….”SÓ DEPOIS DE COMER UM SACO DE SAL JUNTOS”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: