Reflexão do Dia: “Tu te tornas eternamente responsavel por aquilo que cativas”

Com esta frase do livro “Pequeno Príncipe,” quero brindar a sua segunda feira, com uma reflexão sobre o cultivo de amizades, de admiração e de amor. Eu diria que todos nos temos uma imagem afetiva, que causa admiração nas pessoas. E’ um encantamento que nasce sem explicação. `As vezes conhecemos pessoas neste exato momento, e já temos a sensação de ter conhecido a muito tempo. E’ nessa linha que nasce o amor `a primeira vista e as simpatias, etc.
Isso que disse ate agora, todos nos sabemos e, e’ relativamente, fácil de se entender. Alias, e’ também relativamente fácil, fazer “amigos”. A coisa começa a tomar contornos diferentes, quando a questão e’ manter os amigos, manter as amizades, manter o namoro e o noivado, manter o casamento, fazer com que as pessoas não percam, nunca, a admiracão que elas têm por nos. Percebem o que estou falando? O difícil e’, no caminho de nossa vida, não decepcionar as pessoas. E’ que quando as pessoas se aproximam afetivamente de nos, tipo: tornam-se nossas amigas, nossa namorada(o), nossa mulher o marido, não as percebemos mais. Acreditamos, cretinamente, que elas nao precisam mais de nossos afetos e atencao. Não somos capazes de elogiar. Não somos capazes, nem mesmo, de nota-las, mesmo se as amamos e, pior ainda, as maltratamos, as ferimos, seja com palavras, seja com gestos ou atitudes.
Fazemos isso, porque temos a ingênua idéia, de já as possuir, portanto, cultiva-las seria como que: perda de tempo. Investimos em conquistas, mas não sabemos mantê-las. Investimos no amor, mas nao sabemos amar. Por isso, na longa estrada da nossa vida, perdemos pessoas, rompemos noivados, casamentos e amizades, que num passado nao muito distante de nos, pareceiam pra sempre.
O amor e’ a raiz de tudo isso. São os matizes do amor, que como os ramos de uma arvore ou a veias me nosso corpo ou, ainda como os rios que cortam a terra, mantendo-a sempre regada, são repousáveis pelas áreas da nossa afetividade. Se não cultivo o amor ira falir a amizade, se destruirá o matrimônio, se perdera o fascínio. Sem esse cultivo, nossa imagem se torna velha, nosso discurso estéril e nossa relação superficial.
O amor e’ alimentado pela recordação, ou melhor, pela atualização do passado bonito, vivido com poesia e arte. A recordação rega os sentimentos, enaltece as palavras e consolida sonhos. E’ um eterno processo de renovação da vida, embalado pelo poético jogo de sedução entre o sol e a lua, que desenham no infinito do céu, o dia e a noite, enquanto a terra da `a luz as estações do ano, em um irrepetivel golpe de cena, com vestes diversas, fazendo germinar no palco da historia, o ciclo criativo de Deus, que faz novas todas as coisas.
Meu irmão, não deixe seu amor envelhecer! Não empobreça a sua existencia. Contorne suas amizades com a beleza e a lucidez da prata. Encante seu amor com a realeza do ouro. Cultive seu fascínio com com chuvas de humanidade e de fé. Transcenda as pequenas coisas da existencia para desfrutar, aqui e agora, do mundo que você plantou. Que o seu eu possa ser, a pedra preciosa, que busca a vida inteira.
A canção de hoje, a ouvi pela primeira vez, neste final de semana. Mas advinhe quem veio imediatamente `a minha mente? Sorrisos… Voce!

Anúncios

4 Respostas to “Reflexão do Dia: “Tu te tornas eternamente responsavel por aquilo que cativas””

  1. antonia souza martinho Says:

    Parabéns! você continua surpreendente.
    Verdadeiramente quem encontrou um amigo encontrou um tesouro.
    grande abraço

  2. Neuza Says:

    “a gente encanta os outros mas nem sempre sabemos amar”.A frase da música diz bem daqueles que querem estar sempre rodeados de admiradores ,de se sentir poderoso pois as pessoas o admiram e amam!Mas nem sempre este que encanta tem o amor dentro si.È vazio!O Amor vai muito além do encatamento.Ele conquista,arrebata,promove o ser amado .Amigos verdadeiros são assim,como o senhor,que consegue ,de tão longe,nos fazer sentir tão próximos!

  3. Mária Says:

    Ótima reflexão! Concordo plenamente! Abraço da Mária

  4. Graça Julião Says:

    esse é o artigo que eu mais amei.muito lindo mesmo,adoooooorei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: