Reflexao do Dia: Natal do Ano Sinodal

 As festas natalinas do corrente ano têm, na Arquidiocese de Juiz de Fora, algo de novo. É o Natal do Ano Sinodal Arquidiocesano, iniciado com entusiasmo no terceiro domingo do Advento. Revendo nossa história, programando novas etapas evangelizadoras, tudo queremos fazer com verdadeiro espírito de Natal. Oração, fraternidade, ternura, paz, solidariedade, harmonia, comunhão! Queremos construir a civilização do amor. Aquela da gruta de Belém.  Aquela da família de Nazaré.

Na verdade, o momento em que o Pai Eterno decide enviar seu Filho ao mundo, Ele faz um gesto extremo de amor. As regras naturais da relação entre a criatura e o Criador são completamente mudadas. Enquanto o homem é que tem o dever de buscar a Deus, Deus é que toma a iniciativa de vir ao encontro da humanidade. Amorosamente. Ele quer precisar de um corpo, de uma família, de um modo de ser. Ao nascer, reclina-se, nos braços de uma mãe pobre, numa estrebaria. Quando cresce em estatura, sabedoria e graça, quando desempenha sua missão, escolhe um lugar social extremamente simples, desprovido de qualquer luxo ou riqueza, e padece com os mais pequeninos. Por amor!

Deus se faz homem, humildemente se entrega, se dá até mesmo em alimento eucarístico. Maravilha do Amor Divino! Este é o mistério da caridade: o extremo amor que só Deus pode realizar e realizando-o, possibilita ao homem imitá-lo.

Na história de Maria, pode se compreender bem o Natal de Jesus. Na Virgem de Nazaré, este amor que é divino toma rosto humano. Após ser-lhe revelada a missão, depois de descortinar-lhe a vocação, ela responde com total entrega: “Eis aqui a serva do Senhor, cumpra-se em mim segundo a tua vontade” (Lc 1,38). Põe-se inteiramente à disposição do Pai, mas não como alguém que meramente executa tarefas. Como fazem os sacerdotes, Ela se entrega totalmente, na disposição de cumprir o que o Senhor deseja. Na fidelidade! Eis o tema do Ano Sacerdotal que estamos também vivendo, sob a inspiração amorosa do Sucessor de Pedro.

Natal: mistério do serviço! Natal: mistério do amor! Natal: mistério onde a pessoa humana se encontra a si mesma de forma inteira e definitiva. Neste misterioso e desafiador intercâmbio do coração humano com o coração divino, dá-se a presencialização do mistério salvífico de Cristo.

Que este Natal nos leve, nos braços da mãe-Igreja, para o novo ano de 2010, o Ano Sinodal, cheios do amor a Deus, do ardor missionário, na espiritualidade de comunhão.

Seja teu coração a manjedoura macia onde Deus quer novamente continuar nascendo para a nossa salvação.

 Dom Gil Antônio Moreira

Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora-MG

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: