Colocando em ordem meu ponto de vista

Começo comentando o casamento real de Willians e Kate. A mídia deu muita ênfase a este acontecimento. Porém, muitas coisas passaram despercebidas, inclusive porque os olhares mais clínicos da mídia laica não conseguem perceber. Por exemplo, o vestido da noiva foi muito apreciado pelos comentaristas de moda, mas não pele discrição, muito mais pelo estilista que assinou a marca. Aqui devemos dizer que o vestido cabe para uma celebração religiosa. Nada de costas de fora. Nada de decotes exagerados. Outra coisa bonita foi o enfeite da Igreja. Nada de exageros. Observe que o altar estava com arranjos discretos. Deve-se ponderar a vestimentas das testemunhas (madrinhas) que estavam decentes. Os noivos estavam em clima de oração e não fazendo poses para fotos, como acontece, muitas vezes, no Brasil. Outro dado importante foram as músicas. Todas elas músicas religiosas. Os cantores famosos que lá estavam, não cantaram musicas deles, mas religiosas. Aqui, em cerimônias religiosas se canta música popular. Creio que com estas observações ajudei você leitor a perceber o que é um casamento fino. Os excessos empobrecem a cerimônia.

Quero lembrar a canonização do Papa João Paulo II. O Papa Bento VXI o chamou de gigante. Gigante porque devolveu à Igreja de Cristo o entusiasmo da juventude. Os jovens são apaixonados por João Paulo II. Aproximou a Igreja dos meios de comunicação social, sem prosa barata, exploração da fé dos simples, fundamentalismo, terrorismo espiritual ou charlatanismo. Ele aproximou religiões e a amou o diálogo com todos. Prova disso foi seu funeral onde os lideres das maiores religiões do mundo estiveram presentes.

João Paulo II derrubou o muro de Berlim e reduziu o comunismo a nada. Aliás mostrou para o mundo as mazelas de um governo ditador, totalitário disfarçado de social. Um modelo político e econômico profundamente corrupto. Muitos países que foram vitimas do comunismo, como a Polônia, por exemplo, ainda hoje ajunta cacos de um modelo político que reduziu o povo à pobreza. Ainda bem que os brasileiros cultos perderam o encanto por Cuba. Por falar em Cuba, João Paulo II evitou um bombardeio americano a Cuba, marcando uma visita a Fidel. De Cuba há de se dizer que hoje se está abrindo, lentamente ao diálogo. O irmão de Fidel é menos radical. Mas para se ter uma idéia, em Cuba, não se pode celebrar Missa na praça. Somente dentro das Igrejas.

Convido você a acessar meu blog www.paroquiasantarita.com.br  e a comentar minhas idéias.

Beato João Paulo II – rogai por nós!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: