Arte Sacra: A beleza que evangeliza

Arte Sacra: A beleza que evangeliza

A Arquidiocese de Juiz de Fora promove, pela primeira vez, a exposição de arte sacra, revisitando sua história de 87 anos de fundação (1º de fevereiro de 1924) e 50 de elevação a condição de Província Eclesiástica (14 de abril de 1962).

Nesta oportunidade, ela deseja dialogar com a sociedade sobre sua missão de evangelizar e seu jeito de exercer sua vocação, através da beleza, reflexo de Deus, o Belo por excelência. Sua ação tem sido na estrada da evangelização, geradora de uma extraordinária área das artes que se traduz justamente na expressão do sagrado com as formas agradáveis aos olhos que penetram nos segredos da alma, despertando  sentimentos capazes de ultrapassar os limites do tempo e do espaço. Há nas artes algo de eternidade. A Igreja faz isto, porque é a lei da natureza, constituída pelo próprio Criador. Por isso, afirmou sabiamente o Beato João Paulo II: Quando a Igreja chama a arte a apoiar a própria missão, não é só por razões de estética, mas para obedecer à lógica mesma da revelação e da encarnação”.(João Paulo II, 1995)

Na linha das evoluções da liturgia e de suas outras expressões, a exposição pretende dar ao visitante oportunidade de entrar nas veredas percorridas por quem veio antes de nós, convivendo com as emoções do passado e observando sua indispensabilidade para que exista o presente. Descubra os segredos e os mistérios do invisível de Deus que se traduz no visível das formas e dos símbolos.

A exposição de Arte Sacra e História da Arquidiocese de Juiz de Fora acontecerá durante todo o mês de agosto de 2011, com abertura no dia 1º. Terá lugar nas dependências da Catedral Metropolitana. O tema da exposição é “Arquidiocese de Juiz de Fora: 50 anos revelando a Arte Sacra de sua história”, e tem como lema: “Arte Sacra: a beleza que evangeliza”.
 A exposição é uma realização da Comissão de Bens Culturais da Arquidiocese de Juiz de Fora, que deseja mostrar a longa presença benfazeja da Igreja na região de Juiz de Fora, desde o início de seu povoamento, quando esses homens pioneiros trouxeram em seus corações a força de sua fé.
 Durante a exposição, diversas atividades culturais estão sendo programadas como palestras na área de preservação e valorização dos bens culturais da Igreja, visitas e mostra de filmes.
Dom Gil Antônio Moreira
Arcebispo Metropolitano de Juiz de Fora
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: