Archive for the ‘Edir Macedo e seus seguidores’ Category

Evangelicos aplicam mais uma: Associação quer criar manual gospel para sexshops

maio 9, 2013
//
A Associação Brasileira de Empresas do Mercado Erótico Sensual (Abeme), quer criar um manual gospel para sexshops. Isso mesmo, um documento que ensine as pessoas a lidarem com sexualidade, religião e venda de produtos eróticos para evangélicos.

De acordo com a associação, o sexshop foi criado para oferecer ajuda marital, orientar casais que já era casados em sua vida sexual e a pornografia só entrou nessa história mais tarde. E a intenção deles é trazer de volta essa ideia inicial e ajudar a tornar o sexo entre evangélicos mais interessante.

Leia também:
Evangélicos também gostam de sexo!
Preliminares responde: Sexo oral e religião
Preliminares responde: cansei de fingir orgasmo

O assunto é polêmico, já que a relação entre sexo e religião ainda é um tabu daqueles difíceis de quebrar. Sexo pode não ser mais utilizado apenas para reprodução, mas ainda está longe de ser um caminho para o prazer total. Porém, sabemos que o interesse de evangélicos, o foco do estudo, por sexo é igual ou até maior (por ser proibido) do que de qualquer pessoa saudável.

A criação deste manual terá a participação de distribuidores e vendedores de produtos para evangélicos, pastores e cristãos interessados no tema. A ideia é encaixar o comércio de produtos íntimos dentro dos preceitos bíblicos, tendo foco na “saúde e união do casal com respeito e amor”.

A presidente da ABEME, Paula Aguiar, acredita ainda que para atender esse público é necessário conhecer a Bíblia. Talvez seja uma maneira de não ferir os princípios do consumidor. A associação afirma que a procura de material de sexshop por evangélicos é bastante grande e esse é um dos motivos do estudo para a criação de um manual que defina diretrizes para esse trabalho especializado.

Se você se interessou pelo tema e gostaria de participar desse estudo, envie e-mail para atendimento@abeme.com.br.

Anúncios

Pastor que dizia ter “membro abençoado” é preso no interior de Goiás

maio 9, 2013

O pastor Valdecir Picanto Sobrinho, de 59 anos, foi preso no interior de Aporé, interior de Goiás, sob a acusação de que abusava sexualmente das mulheres da cidade utilizando o pretexto que teria o pênis abençoado.

“Ele nos convencia de que Deus só entraria em nossa vida pela boca e por isso nós deixávamos ele fazer o que fazia”, relata a jovem M.R., de 23 anos, que prefere não se identificar. “Muitas vezes, após os cultos, o Pastor Valdecir nos levava para um terreno nos fundos da igreja e pedia para a gente fazer oral nele até o espírito santo aparecer por meio da ejaculação”, completa a jovem desolada.

Pastor que dizia ter membro abençoado é preso no interior de Goiás

Valdecir, que chegou a abusar também de algumas idosas, se defende falando que teve um encontro com Jesus num bordel e que Ele lhe deu a missão de “distribuir o leite sagrado” por todo o estado, começando pelos fiéis da Assembléia de Aporé, do qual é responsável. “Vocês estão prendendo um servo do Senhor e ainda se arrependerão disso. Espero poder continuar com meu belíssimo trabalho dentro da prisão”, reluta o sacerdote.

Pastor que dizia ter membro abençoado é preso no interior de Goiás

Denise Pinheiro, delegada responsável pela região, diz que Valdecir foi pego em flagrante enquanto esfregava seu membro no rosto de uma comerciante local, em que prometia ter mais vendas em seu negócio caso deixasse ser derramada pelo líquido divino. Denise ainda completa: “quando autuamos o senhor Valdecir, ele não ofereceu resistência e ainda perguntou se eu queria fazer parte do reino dos céus durante o trajeto para a delegacia. Ele não tem vergonha de tais atos e acha tudo a coisa mais normal do mundo”.

Valdecir pagou fiança e foi liberado após prestar 3h de depoimento.

Pastor Marcos é preso acusado de estupro – Turma do Malafaia

maio 8, 2013

 

M

Marcos Pereira durante pregação (Foto: Assembleia de Deus dos Últimos Dias)RIO – O pastor Marcos Pereira da Silva, da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, foi preso preventivamente, na noite de terça-feira, acusado de estupro. Marcos é investigado pela Delegacia de Combate às Drogas (Dcod) num inquérito que apura as acusações do coordenador do Grupo Afroreggae, José Júnior, sobre o suposto envolvimento do pastor com tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro.

O pastor Marcos foi surpreendido por agentes da Dcod na Rodovia Presidente Dutra. Durante as investigações, a ex-titular da Dcod delegada Valéria Aragão, chegou a confirmar que testemunhas relataram abusos sexuais por parte do acusado.

Ana Madureira da Silva, ex-mulher do pastor, que morou com ele até 1998, contou à polícia que, numa ocasião, foi forçada a manter relações com ele. A Dcod investiga o envolvimento do pastor em seis estupros, inclusive de fiéis. Em entrevistas, em julho do ano passado, o pastor negou que tenha violentado mulheres.

Marcos ganhou evidência no Rio quando passou a trabalhar na conversão religiosa de presidiários. Ele chegou a manter parceria com o Grupo Cultural AfroReggae, mas o vínculo acabou em troca de acusações.

Angola proíbe operação de igrejas evangélicas do Brasil

abril 29, 2013

 

PATRÍCIA CAMPOS MELLO
DE SÃO PAULO

O governo de Angola baniu a maioria das igrejas evangélicas brasileiras do país.
Segundo o governo, elas praticam “propaganda enganosa” e “se aproveitam das fragilidades do povo angolano”, além de não terem reconhecimento do Estado.
Medida do governo angolano assegura ‘monopólio’ à Universal
“O que mais existe aqui em Angola são igrejas de origem brasileira, e isso é um problema, elas brincam com as fragilidades do povo angolano e fazem propaganda enganosa”, disse à Folha Rui Falcão, secretário do birô político do MPLA (Movimento Popular de Libertação de Angola) e porta-voz do partido, que está no poder desde a independência de Angola, em 1975.
Cerca de 15% da população angolana é evangélica, fatia que tem crescido, segundo o governo.
Em 31 de dezembro do ano passado, morreram 16 pessoas por asfixia e esmagamento durante um culto da Igreja Universal do Reino de Deus em Luanda. O culto reuniu 150 mil pessoas, muito acima da lotação permitida no estádio da Cidadela.
O mote do culto era “O Dia do Fim”, e a igreja conclamava os fiéis a dar “um fim a todos os problemas que estão na sua vida: doença, miséria, desemprego, feitiçaria, inveja, problemas na família, separação, dívidas.”
O governo abriu uma investigação. Em fevereiro, a Universal e outras igrejas evangélicas brasileiras no país — Mundial do Poder de Deus, Mundial Renovada e Igreja Evangélica Pentecostal Nova Jerusalém– foram fechadas.

Trote nos pastores não são apenas trote, mas revelam superficialidade.

abril 23, 2013

Esta gravação elucidam como que para os Pastores tudo é demônio. Eles usam esse truque para enganar pessoas de boa fé. Se soubessem ou pelo menos acreditassem no que faz em saberiam discernir que é um trote.

http://http://www.youtube.com/watch?v=IiisTaNSam4

DINHEIRO DOS FIEIS: R.R. SOARES VAI PAGAR R$ 10 MILHÕES DE REAIS POR MÊS PARA CONTINUAR NA BAND

abril 17, 2013

 

R.R. Soares (foto), chefe da Igreja Internacional da Graça de Deus, concordou em pagar por mês R$ 2 milhões a mais à Band, elevando o total para R$ 10 milhões, para ocupar por mais um ano o horário nobre da emissora, com o seu “Show da Fé”, de uma hora, de segunda à sexta. 
 
Assim, em 12 meses a Band vai faturar com a Graça de Deus R$ 120 milhões sem investir um único centavo na programação. Trata-se de maior quantia paga por uma igreja a uma emissora de TV. 
 
No Brasil, é sempre bom lembrar, emissoras de TV de sinal aberto são uma concessão do Estado laico. 
 
A soma do contrato que está sendo renovado confirma a eficácia da TV na arrecadação de ofertas e dízimo pelas igrejas pentecostais, mesmo, no caso do “Show da Fé”, tendo audiência muito baixa. 
 
Para a Band, o negócio é tão bom, que o valor do contrato da Graça de Deus corresponde a dez ações de merchandising especiais no “Pânico”, que é o seu programa de maior audiência e de espaço publicitário mais caro.
 
R.R. Soares concordou em pagar o reajuste porque estaria temendo que o horário passasse a ser ocupado por uma denominação concorrente, a Mundial, por exemplo.
 
Para a antropóloga Débora Diniz, autora do livro “Laicidade e Ensino Religioso no Brasil”, a forte presença das igrejas pentecostais e neopentecostais representa uma ameaça à liberdade de credo, porque impõe determinadas religiões em detrimento de outras, como as de matriz afro-brasileira.
 
O governo chegou a pensar em proibir ou limitar o arrendamento de horário nas emissoras de rádio e TV às igrejas, mas recuou diante de forte reação das lideranças evangélicas.

Judeu Chama Edir Macedo de pretencioso

abril 16, 2013

 

Acompnhe este video

 

Pastor Feliciano insinua que Caetano Veloso e Lady Gaga fezeram pacto com diabo

abril 11, 2013

Em novo vídeo, Feliciano insinua que Caetano Veloso fez pacto com diabo  Em um novo vídeo que circula na internet, o deputado federal e pastor Marco Feliciano (PSC-SP) insinua, durante uma de suas pregações, que os cantores Caetano Veloso e Lady Gaga têm pacto com o diabo. Leia também: Feliciano diz ser ‘elogio’ as críticas de ministra Pastor diz sair da CDH somente se Genoíno deixar a CCJ O vídeo está disponível no Youtube. O deputado diz que o cantor Caetano Veloso, quando gravou e fez sucesso com a música “Sozinho”, teria dito que o segredo do sucesso é a mãe de santo, já falecida, Mãe Menininha do Gantois. “Alguns anos atrás, um cidadão sentado num banquinho, fazendo show com uma viola, cantou uma música chamada “Sozinho” e vendeu, em uma semana e meia, 1 milhão de cópias. Aí perguntaram para Caetano Veloso, qual era o seu segredo. E ele disse: meu segredo é Mãe Menininha do Patuá (sic). Antes de cantar, eu levo para ela que, possuída pelos orixás, diz “pode gravar porque eu abençoo. Não subestime o diabo, porque ele tem poder”, diz Feliciano, no vídeo. O deputado ainda se refere à cantora Lady Gaga. “O diabo tem uma Lady Gaga que canta e encanta”. Feliciano foi denunciado pelo crime de discriminação pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel, que enviou ao Supremo Tribunal Federal (STF) um ofício pedindo que o plenário da Corte aceite a denúncia. Se os ministros do tribunal concordarem com Gurgel, o inquérito será transformado em ação penal e Feliciano passará a ser réu em mais um processo. Na terça-feira, após reunião com líderes de partido da Câmara, Feliciano não cedeu e decidiu continuar na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Segundo o deputado Ivan Valente (PSOL-SP), Feliciano até propôs deixar a presidência da comissão, desde que os petistas João Paulo Cunha (SP) e José Genoíno (SP) deixassem a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Marco Feliciano também é acusado de estelionato, homofobia e racismo por ter postado nas redes sociais comentários considerados ofensivos a homossexuais e negros. Ele nega as acusações.

Mais uma do Pastor Feliciano: ele jura que é Deus!

abril 9, 2013

 

//

Em vídeo, Feliciano diz que Deus ‘matou’ John Lennon

 Em meio aos debates sobre a permanência do deputado Marco Feliciano (PSC-SP) na presidência da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, começa a repercutir na internet vídeos em que o pastor “justifica” a morte de artistas, como John Lennon e dos integrantes do grupo Mamonas Assassinas. “Ninguém afronta Deus e sobrevive pra debochar!”, disse Feliciano sobre o ex-integrante dos Beatles, morto a tiros em 1980.

Leia também:
Ministra publica moção de repúdio contra Feliciano
Cariocas protestam contra o pastor Marco Feliciano

Os vídeos foram postados nesse domingo (7), mas as imagens de um culto religioso são mais antigas. Não é possível identificar a data da gravação. Durante sua fala, o pastor lembrou a polêmica frase de Lennon, dita na década de 1960 em uma entrevista, de que a banda era mais famosa que Jesus Cristo.

“Passou algum tempo depois dessa declaração, está ele [John Lennon] dentro do apartamento, quando abre a porta e escuta alguém chamar pelo nome. Ele vira e é alvejado com 3 tiros no peito”, disse Feliciano. A reportagem tentou sem sucesso contato com o gabinete e com a assessoria do deputado para comentar as imagens.A declaração de Lennon rendeu críticas aos músicos na época. Tempos depois Lennon se desculpou e disse ter sido mal interpretado. No vídeo, já com quase 61 mil visualizações, o pastor concluiu: “Eu queria estar lá no dia que descobriram o corpo dele. Ia tirar o pano de cima e dizer: ‘Me perdoe John, mas esse primeiro tiro é em nome do Pai, esse é em nome do Filho e esse em nome do Espírito Santo'”.

Em outro vídeo, provavelmente no mesmo culto, Feliciano também relaciona a morte dos integrantes do grupo Mamonas Assassinas à vontade divina. A banda, que morreu num acidente aéreo em 1996, ficou conhecida por letras cômicas. O conteúdo das músicas, para o pastor, era inadequado. “Ao invés de virar pra um lado, o manche tocou pra outro. Um anjo pôs o dedo no manche e Deus fulminou aqueles que tentaram colocar palavras torpes na boca das nossas crianças.”

Desde que o deputado assumiu a presidência da Comissão de Direitos Humanos, diversas frases polêmicas atribuídas a ele ganharam destaque. Algumas delas são usadas por ativistas como argumento para pedir sua renúncia do cargo por serem consideradas racistas e homofóbicas. Em declarações recentes, Feliciano afirmou que não pretende deixar o comando da comissão.

Pastor Feliciano extorquindo fiéis. Crime!

abril 2, 2013

Veja neste vídeo como que os fiéis são humilhados, provocados a darem o último centavo para este pastor. Isso é crime! Isso não é de Deus!

Ele está na mira da Justiça

Um vídeo que mostra o pastor pedindo a senha do cartão de crédito  de um fiel de sua igreja foi divulgado. Nas imagens, Feliciano diz: “É a última vez que eu falo. Samuel de Souza doou o cartão, mas não doou a senha. Aí não vale. Depois vai pedir o milagre pra Deus e Deus não vai dar e vai falar que Deus é ruim.”[3]  O parlamentar afirmou que “estava brincando” na ocasião.[4] 

Atualmente ele responde a um processo no Supremo Tribunal Federal  (STF) por homofobia e estelionato , por ter sido acusado de receber 13 mil reais para realizar um culto no estado do Rio Grande do Sul  sem ter comparecido ao evento.[5] [6]  Uma reportagem do jornal Correio Braziliense  fez uma denúncia dizendo que Feliciano desvia dinheiro público, através de seu cargo como deputado federal , para beneficiar sua igreja e empresas de sua propriedade.[7]

http://www.youtube.com/watch?v=DzSa_13oeZs

Acusações de racismo, homofobia e misoginia

Em março de 2011, Feliciano postou em sua conta na rede social Twitter  frases de cunho racista , ao dizer: “Africanos descendem de ancestral amaldiçoado por Noé. Isso é fato. O motivo da maldição é a polemica (sic). Não sejam irresponsáveis twitters. A maldição que Noé lança sobre seu neto, canaã, respinga sobre continente africano, daí a fome, pestes, doenças, guerras étnicas!” (Feliciano defende a ideia de que os povos africanos  negros  vivam sob a chamada “Maldição de Cam “, descrita no livro Gênesis  da Bíblia  e interpretada de várias maneiras, e de que essa seria a causa dos problemas sócio-econômicos e políticos enfrentados pelo continente africano ).[8]  Em uma publicação sobre os homossexuais , Feliciano disse: “A podridão dos sentimentos dos homoafetivos levam (sic) ao ódio, ao crime, à rejeição. Amamos os homossexuais, mas abominamos suas práticas promíscuas”, o que lhe gerou acusações de comportamento homofóbico .[9] [10] 

Em março de 2013, a apresentadora Xuxa  chamou o pastor de “monstro” por considerar suas declarações homofóbicas e racistas. Feliciano respondeu dizendo que iria abrir um processo contra a apresentadora,[11]  mas em seguida desistiu da ação judicial.[12] 

Durante uma entrevista para o livro Religiões e política; uma análise da atuação dos parlamentares evangélicos sobre direitos das mulheres e LGBTs no Brasil, o pastor Feliciano afirmou ser contrário às revindicações do movimento feminista  porque elas podem tornar a sociedade majoritariamente homossexual:[13] 

“Quando você estimula uma mulher a ter os mesmos direitos do homem, ela querendo trabalhar, a sua parcela como mãe começa a ficar anulada, e, para que ela não seja mãe, só há uma maneira que se conhece: ou ela não se casa, ou mantém um casamento, um relacionamento com uma pessoa do mesmo sexo, e que vão gozar dos prazeres de uma união e não vão ter filhos. Eu vejo de uma maneira sutil atingir a família; quando você estimula as pessoas a liberarem os seus instintos e conviverem com pessoas do mesmo sexo, você destrói a família, cria-se uma sociedade onde só tem homossexuais, você vê que essa sociedade tende a desaparecer porque ela não gera filhos.”[13] 

A afirmação do deputado gerou ainda mais críticas contra a sua conduta, além de acusações de homofobia e misoginia .[13]