Archive for the ‘Espiritualidade’ Category

Jornada Mundial da Juventude no Brasil, 2013: a contagem já começou

setembro 21, 2011

Cruz peregrina, Cristo missionário

Card. Odilo P. Scherer

Arcebispo de São Paulo – SP

A Jornada Mundial da Juventude de 2013, no Rio de Janeiro (JMJ Rio-2013), teve seu primeiro ato em São Paulo, neste domingo, dia 18 de setembro. Uma multidão de mais de 100 mil jovens acolheu com fé e bela festa a cruz peregrina da Jornada e o ícone de Nossa Senhora, que a acompanha.

Quem enviou a cruz ao foi o papa Bento XVI, que convocou os jovens do Brasil a prepararem bem a próxima JMJ; quem a entregou, em nome do Papa, foi seu representante no Brasil, o Núncio Apostólico, Dom Lorenzo Baldisseri.. O Presidente da CNBB, Cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis, com Bispos e padres ligados à ação pastoral com a juventude estiveram no ato, com representações de jovens de vários Estados; a Igreja do Brasil inteiro sinalizou que estava acolhendo a JMJ Rio-2013 e começando um grande mutirão para a sua preparação.

E nós, aqui de São Paulo, tivemos a honra e a responsabilidade de preparar a festa e de acolher a todos; mas, especialmente, de abrir as portas e acolher o Cristo missionário, significado na cruz, e Nossa Senhora da Visitação, lembrada no belo ícone que a acompanha. Foi um dia marcante para São Paulo e para o Brasil; importante para a juventude, que respondeu ao apelo e mostrou sua alegre adesão. O evento contou com a colaboração de numerosos e esforçados agentes anônimos e de artistas famosos, das Autoridades públicas e de muitos voluntários, todos trabalhando com desapego e entusiasmo. Graças a Deus!

E já começou a peregrinação missionária da cruz; primeiro na metrópole paulistana; depois, pelo Estado de São Paulo e por todo o Brasil. Em muitos outros lugares vai se repetir o evento BOTEFÉ, conclamando a olhar para Jesus Cristo e seguir seu Evangelho; a por fé na Igreja e nas iniciativas da nova evangelização; na juventude e no seu desejo de encontrar e seguir a Cristo; BOTEFÉ convida a acreditar na proposta da JMJ Rio-2013, que deverá ter como objetivo e fruto um intenso tempo de evangelização da juventude e com a juventude. Esta é uma graça especial de Deus, que não pode ser desperdiçada!

De diocese em diocese, ao longo dos quase 2 anos, até chegar ao Rio de Janeiro, a onda despertada em São Paulo vai se transformar, certamente, numa tsunami benéfica até chegar no Rio de Janeiro, em 2013, envolvendo toda a juventude do Brasil.

Que a chegada da cruz e do ícone de Nossa Senhora seja acolhida, de fato, como a visita missionária do próprio Jesus, acompanhado de sua Mãe! Ele vem anunciando de novo o Evangelho, e Maria vai dizendo a todos: façam o que Jesus lhes disser! Jesus quer visitar nossas cidades e vilas, nossos bairros e favelas; ir ao encontro dos jovens das escolas, colégios e universidades; também quer confortar os doentes, ir ao encontro dos prisioneiros e dos que vivem acorrentados pelos vícios; quer entrar nas casas de pobres e ricos, de crentes e descrentes, para levar a todos a boa notícia da salvação e repetir o que disse um dia: “hoje a salvação entrou nesta casa! Eu vim buscar e salvar o que estava perdido!

A cruz de Cristo, porém, sempre nos lembra que ele venceu a morte, ressuscitou e está vivo no meio de nós; se as cruzes da humanidade continuam a pesar nos ombros de muitos, a cruz de Cristo é sinal de alerta, para que ninguém mais seja crucificado, a dignidade de cada pessoa seja respeitada, a justiça seja promovida, a verdade seja ouvida e o homem maltratado seja socorrido.

Ao mesmo tempo, passando pelas “vias dolorosas” de nossas cidades, Jesus Cristo ressuscitado as ilumina e dá sentido e esperança a todos os que ainda carregam a cruz da humanidade. O mal e a morte não têm a última palavra. Cristo triunfou sobre o mal e a morte e nos comunica sua vida nova, se o seguimos e aderimos ao seu Evangelho.

Anúncios

Lima Duarte – Radio Serrana FM 87,9

setembro 16, 2011

Ontem presidí a Missa da Festa de nossa senhora das Dores na cidade de Lima Duarte. Em primeiro lugar quero parabenizar os padres daquela cidade que fazem um trabalho maravilhoso de serviço ao povo de Deus.

Não foi um da comum, porque, pela primeira vez, a radio serrana FM 87,9 transmitiu, ao vivo, da Igreja Matriz de Nossa Senhora das Dores a Santa Missa. Radio de inspiração católica, a Serrana se apresentou, para a cidade de Lima Duarte, em alto estilo: sob a bênção  e proteção da Virgem Maria.

Veja como é simpática esta Matriz! Mas o povo que aí mora é muito mais… A igreja humana que aí congrega para a oração é muito mais majestosa.  Em nossa pregação, durante a homilia da Missa, ressaltamos:

“Eis que uma virgem conceberá e Dara à luz a um filho e o nome dele será Emanuel” que significa Deus está conosco. Ele está aqui, agora! O profeta Isaias no lembra que deus mandou um sinal, algo extraordinário. Alguma coisa que pudesse marcar que aquela gravidez não era comum: uma virgem grávida. Este foi o grande sinal uma moça virgem grávida. Deus quis vir ao mundo nascido de uma mulher virgem. Que não conhecia homem algum e isto causaria espanto na humanidade. Ainda hoje existem pessoas que duvidam da virgindade de Maria. Dizem que ela teve outros filhos. Dizem porque não sabem ler a Palavra do profeta Isaias no cap. 7 versículo 14 vou repetir Por isso o próprio Senhor vos dará um sinal. Eis que a jovem está grávida, vai dar a luz a um filho e lhe porá o nome de Emanuel – Deus conosco. Basta ler esta passagem para entender – uma vez por todas – que Nossa Senhora é sinal de Deus “filha predileta do Pai”.

 

            As palavras do profeta Isaias se realizam no Anuncio do Anjo. O Evangelho de São Lucas no capítulo 1 versículos 26 – relata que “No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaréa uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi e o nome da virgem era Maria. 

Que Nossa Senhora abençoe esta nova emissora e seus sócios que saúdo na pessoa do dr. Paulinho, diretor geral da fundação.

Rastros do Eterno

junho 22, 2011

Por que Deus é um ser escondido?

Podemos em toda a parte ver os “rastos” do Eterno

Como a vida seria diferente se Deus fosse uma divindade “a ser tocada com as mãos”. Seria a evidência. Não precisaríamos de provas sobre a Sua existência. Neste sonho bastaria fazer-lhe um pedido para sermos atendidos mais do que de repente. Temos um inimigo? O Poderoso logo o afastaria. Temos dívidas? O socorro mágico aconteceria antes do pôr-do-sol. Somos acometidos por uma doença? Feito o pedido de cura, num piscar de olhos o mal estaria superado.

Mas Deus é um Ser que confia na inteligência humana. O homem pode chegar a Deus a duras penas, às apalpadelas. “Como cegos vamos tateando como quem não enxerga” (Is 59, 10). Isso nos dá ocasião para expressarmos fé, que é um ato meritório, por depender de nossa livre vontade. O delírio fantasioso, acima descrito, seria um puro “encantamento”. Seríamos obrigados a crer. Assim como a Providência dispôs, baseamo-nos numa intuição muito forte de que este Ser Poderoso tem que existir, e Lhe devemos profundo respeito. E com amor nos consideramos profundamente ligados a Ele.

Quem é que nunca chega a Deus? Os que não são capazes de dobrar os joelhos, vale dizer, quem é um soberbo de coração. Também não alcançam essa fé salvadora, os perversos que praticam o mal. “Os pecadores não ficarão de pé na assembléia dos justos” (Sl 1, 5). Também os devassos, os que vivem atolados nos prazeres sexuais desenfreados, não chegarão lá. “Felizes os puros de coração porque verão a Deus” (Mt 5, 8). O mesmo se diga sobre aqueles que se apegam por demais aos bens materiais. “Não podeis servir a Deus e ao dinheiro” (Lc 16, 13).

Além do mais, um grande auxílio para o encontro, na fé, com o Deus verdadeiro, é a inteligência. Podemos em toda a parte ver os “rastos” do Eterno, mesmo sem jamais vê-Lo neste mundo. Isso aconteceu com o coordenador do projeto Genoma Humano. O cientista Francis Collins entrou ateu no projeto e saiu como um homem de fé convicta. No entanto, eu quero lhe dar, amigo leitor, a chave que abre os caminhos mais misteriosos da existência humana. É o melhor modo de se aproximar do Ser amoroso por excelência. É se encontrar com Cristo. Este nós O vimos e tocamos com as mãos. Ele é o revelador do rosto do Pai, porque Ele relata o que viu.

Dom Aloísio Roque Oppermann scj –
Arcebispo de Uberaba, MG