Archive for the ‘Martires de hoje’ Category

Drª Zilda foi servidora de Deus e da humanidade, diz presidente da CNBB

janeiro 17, 2010

E-mail Imprimir PDF

A emoção tomou conta dos participantes da missa de corpo presente da Drª Zilda Arns, presidida pelo presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Geraldo Lyrio Rocha, no Palácio das Araucárias, em Curitiba (PR). Vários arcebispos, bispos e padres concelebraram a missa que teve início pouco depois das 14h. O caixão estava coberto pelas bandeiras do Brasil, da Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa, ambas fundadas por ela.

“Drª Zilda foi uma servidora de Deus e da humanidade”, disse o dom Geraldo durante sua homilia. Ele destacou também a perseverança da médica que fundou a Pastoral da Criança e da Pessoa Idosa.

“Drª Zilda perseverou deixando esta preciosa herança para a Igreja e para o mundo que é a Pastoral da Criança”, acentuou o arcebispo. “Sua perseverança tinha motivações muito profundas na fé, na vivência do evangelho, no amor”, acrescentou.

Segundo dom Geraldo, a obra fundada por Drª Zilda é a “mais bela ação concreta da evangélica opção pelos pobres”. “Quantos estão vivos graças à perseverança da Drª Zilda”.

Em tom de diálogo e despedida, dom Geraldo agradeceu à Drª Zilda, em nome da CNBB e da Igreja no Brasil, pelo trabalho realizado em prol das crianças e dos idosos. “Drª Zilda, muito obrigado por tudo o que a senhora significou para nós; por tudo que realizou”.

O presidente da CNBB disse também que a obra da Drª Zilda continuará ainda mais forte e pediu sua intercessão de junto de Deus. “Contamos agora com sua intercessão junto de Deus”. Segundo dom Geraldo, ela agora está mais perto de Cristo e, por isso, “mais perto de nós”.

Terminada a missa, a cerimônia de encomendação do corpo foi presidida pelo bispo de São Felix do Araguaia (MT), dom Leonardo Ulrich, que é primo da Drª Zilda. “Ela (Drª Zilda) foi a maternidade de Deus, um dom de Deus dado à Igreja e ao Brasil”, disse o bispo ao concluir as orações.

Terminada a cerimônia, o corpo foi levado pelo carro do corpo de bombeiros para o cemitério Água Verde onde foi sepultado em cerimônia reservada aos familiares e amigos da Drª Zilda.

//

Anúncios

Igreja Católica no Brasil perde mais um sacerdote vítima de assassinato

setembro 29, 2009

Sabe que as vezes entro em crise. A Igreja catolica, no Brasil defende os Direitos Humanos, e’ a instituicao com maior numero de Obras Sociais, foi quem peitou a Ditadura Militar e salvou muita gente da morte, fizemos a Campanha da fraternidade contra a Violencia, quando a falta de dinheiro bate da porta da populacao, e’ na Igreja catolica que eles recorrem, seja pra receberem comida, seja pra receberem passagens, entretanto, me faz mal ler noticias como estas: em pouco mais de tres meses tres padres foram assassinados no Brasil. Coisa bruta! Revoltante.

Me surpriendi lendo o Blog do padre Auricelio com a foto desse moco, de apenas 33 anos assassinado, covardemente com 4 tiros na cabeca por dois jovens. Mas, onde estao os pais desses dois malfeitores? Onde esta a ordem desse pais? Acho que o Lula deveria voltar seu olhar para o estado de guerra civil, que vivemos dentro do pais em vez de ficar dando pitaco no Governo de Honduras. Nos estamos vivendo em  franca guerra civil (bandidos vezes o povo), e nosso governo metendo o nariz onde nao deve. E’ revoltante. Olha so que drama:

img4ac10cc3346f5

Amigo esse rapaz que foi assassinado sabado a tardinha, nao era traficante, nao estava em nenhuma festa. Era um sacerdote, que tinha acabado de celebrar a Santa Missa. Ele estava trabalhando! Mas como dois filhos das trevas podem matar um homem que cura almas? Mas sera que agora nao pode mais sair nas ruas? Onde esta a seguranca deste pais? Em que tipo de pessoas estamos votando? Para que mais vereadores? O governo, as prefeituras tem que pagar e’ a policia! Nao precisamos de gente pra ficar ganhando `as custas do povo e nao fazer nada para o povo. Queremos policiais bem pagos, bem treinados, bem equipados. Mais Vereadores, so vai dar dispesas. E’ lamentavel como nossa populacao perdeu a capacidade de se indignar.

Hoje, aqui em Padua, aconteceu o sepultamento de um padre daquela diocese, que foi assassinado 15 dias faz, advinha onde? Nao foi Iraque, nao foi no alfeganistao, nao foi na China comunista, pra voce ter uma ideia nao foi em nenhum pais mulsumano ou em guerra. Para nossa vergonha, o padre italiano Ruggero Ruvoletto, 52, foi assassinado no último dia 19, com um tiro na cabeça. Ele foi encontrado no seu quarto, depois que outros padres que moravam com ele ouviram o disparo, pela manhã, por volta das 7h, na periferia de Manaus Brasil.

img4abb71290018d

O padre italiano e’ esse de barba, com o Arcebispo de Manaus Dom Luiz Soares. So para que voce saiba, esse e’ o segundo padre de Padua assassinado no Brasil. No dia 24 de julho eu estava em Padua e presidi, na paroquia de Sao Jose a missa de 24 anos de Morte do padre Ezequiem Ramin, assassinado em Rondonia.

Mas nao para ai o assassinato dos padres, neste corrente ano. O primeiro deles foi o assessor nacional do Setor Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Gisley Gomes Azevedo, 31, assassinado por um grupo de jovens na noite do dia 15 de junho, em Brazlândia, cidade satélite de Brasília.

img4a3821d3eec92

Esse jovem sacerdote, 31 anos, tentava integrar, na sociedade, os jovens pobres, vitimas da violencia e das drogas. Mataram ele. Havia apenas 31 anos. No Brasil a violencia esta tamanha, que nem se pode mais fazer o bem. Isso tem que mudar! Espero que o sangue desses martires, possa fazer a paz renascer em nosso chao. Nao podemos nos esquecer que com esses irmaos padres, muitas outras pessoas, jovens, adultos e idosos tambem sao mortas. Na minha concepcao a culpa e’ dos politicos que nao fazem quase nada, para mudar a situacao.