Archive for the ‘Estudo dos Anjos’ Category

Reflexao do dia: Oracao a Sao Rafael

novembro 24, 2009

Consagre seu dia a Deus! Reze com os Anjos. Eles sao nossos irmaos mais velhos. Eles oram conosco a Deus e assim a gente une o ceu e a terra.

Amigo, se voce cre, voce pode chegar onde voce quiser. Desde que seja honesto o que voce esta fazendo e nao prejudique ninguem. Deus e com voce. Juntemos nossas vozes as vozes do Anjos e digamos que Deus e o Senhor de nossas vidas. Digamos que seremos, MAIS, que vencedores.

Consagre a Deus seus olhos, seu trabalho, sua familia e seus amigos. Consagre a Deus a sua vida! Nao tenha medo de fazer desse momente que voce esta nesse blog sua oracao. Talvez seja o tempo que voce tem pra rezar, seja agora. Entao coloque vida na sua oracao. Deus vai te escutar. Ele quer te escutar. Aleluia!

Padroeiro:

cegos, médicos, farmacêuticos, doenças dos olhos, anjos da guarda, encontros felizes, amor, amantes, enfermeiras, pastores, viajantes e jovens.

Oração:

Glorioso Arcanjo São Rafael, que vos dignastes tomar a aparência de um simples viajante, para vos fazer o protetor do jovem Tobias; ensinai-nos a viver sobrenaturalmente, elevando sem cessar nossas almas, acima das coisas terrestres.
Vinde em nosso socorro no momento das tentações e ajudai-nos a afastar de nossas almas e de nossos trabalhos todas as influências do inferno.
Ensinai-nos a viver neste espírito de fé, que sabe reconhecer a misericórdia Divina em todas as provações, e as utilizar para a salvação de nossas almas.
Obtende-nos a graça que vos peço (faça o pedido), de inteira conformidade à vontade Divina, seja que ela nos conceda a cura dos nossos males, ou que recuse o que lhe pedimos.
São Rafael, guia protetor e companheiro de Tobias, dirigi-nos no caminho da salvação, preservai-nos de todo perigo e conduzi-nos ao Céu. Assim seja.
(Rezar 1 Pai Nosso, uma Ave Maria e fazer o sinal da Cruz).

Anúncios

São Rafael Arcanjo Medicina de Deus

novembro 24, 2009
São Rafael, é o Arcanjo protetor do Brasil e que aos pés de Nossa Senhora Aparecida, assiste como primeiro Ministro. Nós, católicos leigos, não conseguimos alcançar, a razão pela qual não se divulga tão louvável ministério.         
Se existe, não sabemos. Mas não se percebe, pelo menos em destaque, uma imagem do Arcanjo na Basílica, em Aparecida. Por que será? Deve ser por falta de lembrança.
 O livro de Tobias, conta que o protagonista é da tribo e cidade de Neftali, na Galiléia. Um personagem bíblico, a quem apareceu, em figura humana, o Arcanjo Rafael. A história é belíssima; para os que crêem. Para os descrentes, “intelectuais”, alguns “teólogos” e “espíritos fortes”  é estória. O livro de Tobias, é questão de fé. E fé: “é um dom que vem de cima e não um impulso que vem debaixo”, conforme explica Fulton J. Sheen.
Então, fé, não é questão de beatice, nem próprio de “espírito fraco”, nem de pessoa simplória. É um dom: “dom que vem de cima”. Há “teólogo” que de público, não se apercebendo, assume a carapuça de Caifás: “Essa plebe, que não conhece a lei, é maldita”. Para essa classe de “teólogo”, o povo é plebe, não entende coisa alguma: “Assume como verdade tudo aquilo, que de púlpito, eu disser”, assim pensa e age. No entanto, o povo escuta, não retruca, mas não lhe presta ouvidos. O povo católico não se revolta, penaliza-se e reza. 
No livro de Tobias, Deus ouve sua oração e de Sara, enviando o Arcanjo. Ocasião em que Tobias, determina a seu filho, que tem o mesmo nome, que vá cobrar de um tal Gabelo, que mora em Ragés, cidade dos medos, a quantia de dez talentos de prata que, na juventude, lhe havia emprestado contra recibo. A história se desenrola, numa maravilhosa profusão de detalhes.
 E da profusão de detalhes, conclui-se que: “É coisa louvável manifestar e publicar as obras de Deus e dar esmola vale mais que juntar tesouros de ouro”. A esmola, porque tem promessa, vale, infinitamente, mais que a filantropia. A esmola, cumprido o mandado de Jesus: não saiba a tua esquerda o que faz a tua direita, apaga a multidão de pecados   
 “Escrevei tudo o que convosco sucedeu”, determina São Rafael a Tobias pai e filho. Isto, para que as gerações futuras tomassem conhecimento do fato. Porém, a maioria das traduções bíblicas adulterou ou simplesmente surrupiou, esta determinação do Arcanjo. Exatamente porque, uma “teologia” surgiu, não para esclarecer e sim confundir. Ignorando, taxativamente, Jesus: “Surgirão, com efeito, falsos cristos e falsos profetas, que farão milagres e prodígios para enganarem, se possível fora, até os mesmos escolhidos”. Então, que os cristãos não se preocupem com texto grego, contraposto ao latino, disciplina de teólogo, pois Jesus afirma que: os escolhidos não serão enganados!
 Ainda sobre o Arcanjo São Rafael, neste dia que o festejamos, quanto se poderia dizer! Contudo, o maior obséquio que prestamos ao leitor, é solicitar que leia o livro de Tobias e conclua conosco que ali, pelo hagiógrafo, se encontra: O dedo de Deus.
Fonte: Pagina Oriente

A catequese de um leigo Catolico: O auxílio dos anjos

outubro 2, 2009

A Igreja confessa a sua fé nos anjos da guarda

Anjos de guarda

O Papa Bento XVI disse que: “Eliminaríamos uma parte do Evangelho se deixássemos fora esses seres enviados por Deus, que anunciaram sua presença entre nós e que são um sinal dela”. E pediu a intercessão dos anjos “para que nos sustenham no empenho de seguir Jesus até nos identificarmos com Ele” (Zenit.org, março 2009).

A Bíblia e a Tradição da Igreja mostram amplamente que os anjos têm participação ativa na história da salvação dos homens, nos momentos em que Deus quer.

“Não são eles todos espíritos ao serviço de Deus, enviados a fim de exercerem um ministério a favor daqueles que hão de herdar a salvação?”, pergunta o autor da Carta aos Hebreus, capítulo1, versículo 14.

E nisso crê e isso ensina a Igreja; sabemos que é tarefa desses seres celestes bons a proteção dos homens e a sua salvação. Diz o Salmo: “Mandou aos seus anjos que te guardem em todos os teus caminhos. Eles te levarão nas suas mãos, para que não tropeces em alguma pedra” (Sl 90/91,11-12).

O próprio Jesus, falando das crianças e recomendando que não se lhes desse escândalo, faz referência aos “seus anjos” (cf. Mt 18,10). Ele atribui também aos anjos a função de testemunhas no supremo juízo divino sobre a sorte de quem reconheceu ou negou Cristo: “Todo aquele que se declarar por Mim diante dos homens, também o Filho do Homem se declarará por ele diante dos anjos de Deus. Aquele, porém, que Me tiver negado diante dos homens será negado diante dos anjos de Deus” (Lc 12,8-9; cf. Ap 3,5).

Se os esses seres celestes tomam parte no juízo de Deus, logo, estão interessados pela vida do homem. Isso se pode ver também no discurso escatológico em que Jesus os faz intervir em Sua vinda definitiva no fim da história (cf. Mt 24,31; 25,31-41).

Muitas vezes, a Bíblia fala da ação dos anjos pela defesa do homem e sua salvação: o Anjo de Deus liberta os Apóstolos da prisão (cf. At 5,18-20) e antes de tudo Pedro, que estava ameaçado de morte por parte de Herodes (cf. At 12, 15-10). Guia a atividade deste a respeito do centurião Cornélio, o primeiro pagão convertido (cf. At 10,3-8. 12-13), e a atividade do diácono Filipe no caminho de Jerusalém para Gaza (cf. At 8,26-29).

Foi um anjo que encontrou Agar no deserto (cf. Gn 16); os anjos tiraram Lot de Sodoma; assim como foi um anjo que anunciou a Gedeão que devia salvar o seu povo; um anjo anunciou o nascimento de Sansão (cf. Jz 13); e o anjo Gabriel instruiu a Daniel (cf. 8,16). Este mesmo anjo anunciou o nascimento de São João Batista e a encarnação de Jesus; esses seres enviados por Deus também anunciaram a mensagem aos pastores (cf. Lc 2,9) e a missão mais gloriosa de todas, a de fortalecer o Rei dos Anjos em Sua Agonia no Horto das Oliveiras (cf. Lc 22, 43). 

Os anjos estão presentes na história da humanidade desde a criação do mundo (cf. Jó 38,7); são eles que fecham o paraíso terrestre (cf. Gn 3, 24); seguram a mão de Abraão para não imolar Isaac (cf. Gen 22,11); a Lei é comunicada a Moisés e ao povo por ministério deles (cf. At 7,53); são eles que conduzem o povo de Deus (cf. Ex 23, 20-23); eles anunciam nascimentos célebres (cf. Jz 13); indicam vocações importantes (cf. Jz 6, 11-24; cf. Is 6,6); são eles que assistem aos profetas (cf. 1 Rs 19,5). 

Da mesma forma que os anjos acompanharam a vida de Jesus, acompanharam também a vida da Igreja, beneficiando-a com a sua ajuda poderosa e misteriosa (cf. At 5, 18-20; 8,26-29; 10,3-8; 12,6-11; 27,23-25). Eles abrem as portas da prisão (cf. At 5, 19); encorajam Paulo (cf. At 27,23 s); levam Filipe ao carro do etíope (cf. At 8,26s), entre outros.

A Igreja confessa a sua fé nos anjos da guarda, venerando-os na liturgia com uma festa própria e recomendando o recurso à sua proteção com uma oração frequente, como na invocação do “Anjo de Deus”. São Basílio Magno, doutor da Igreja, escreveu: “Cada fiel tem ao seu lado um anjo como tutor e pastor, para o levar à vida” (cf. 5. Basilius, Adv. Eunonium, III, 1; cf.Sto. Tomas, Summa Theol. 1, q. II, a.3).

São Jerônimo, doutor da Igreja, afirmou que: “A dignidade de uma alma é tão grande, que cada um tem um anjo guardião desde seu nascimento”.

A Igreja honra com culto litúrgico três anjos. O primeiro é Miguel Arcanjo (cf. Dn 10,13-20; Ap 12,7; Jd 9). O seu nome exprime a atitude essencial dos espíritos bons. “Mica-El” significa, de fato: “Quem como Deus?”. O segundo é Gabriel: figura ligada sobretudo ao mistério da encarnação do Filho de Deus (cf. Lc 1,19-26). O seu nome significa: “O meu poder é Deus” ou “poder de Deus”. O terceiro arcanjo chama-se Rafael. “Rafa-El” significa: “Deus cura”; o conhecemos pela história de Tobias (cf. Tb 12,15-20), entre outros.

O famoso Bossuet dizia que: “Os anjos oferecem a Deus as nossas esmolas, recolhem até os nossos desejos, fazem valer também diante de Deus os nossos pensamentos… Sejamos felizes de ter amigos tão prestativos, intercessores tão fiéis, intérpretes tão caridosos”.

Os santos todos foram devotos desses seres celestes. Os anjos assistem a Igreja que nasce e os Apóstolos, prepararão o Juízo Final e separarão os bons dos maus. São eles que protegem Jesus na infância (cf. Mt 1, 20; 2, 13.19); são eles que O servem no deserto (cf. Mc 1, 12); e O reconfortam na agonia mortal (cf. Lc 22, 43); eles poderiam salvar o Senhor das mãos dos malfeitores se assim Cristo quisesse (cf. Mt 26, 53).

Toda a vida de Jesus Cristo foi cercada da adoração e do serviço dos anjos. Desde a Encarnação até a Ascensão eles O acompanharam. A Sagrada Escritura diz que quando Deus “introduziu o Primogênito no mundo afirmou: “Adorem-no todos os Anjos de Deus” (cf. Hb 1, 6). Alguns teólogos acham que isso motivou a queda dos anjos maus, por não aceitarem adorar a Deus Encarnado na forma humana.

A Igreja continua a repetir o canto de louvor que eles entoaram quando Jesus nasceu: “Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência divina” (cf. Lc 2, 14).

A Bíblia não só os apresenta como nossos guardiães, mas também como nossos intercessores. O anjo Rafael diz: “Ofereci orações ao Senhor por ti” (Tob 12, 12). “A fumaça dos perfumes subiu da mão do anjo com as orações dos santos, diante de Deus” (Ap 8,4).

Santo Ambrósio, doutor da Igreja, declarou: “Devemos rezar aos anjos que nos são dados como guardiães” (De Viduis, IX); (cf. S. Agostinho, Contra Fausto, XX, 21).

A Igreja acredita que, no dia do batismo, cada cristão é confiado a um anjo que o acompanha e o guarda em sua caminhada para Deus, iluminando-o e inspirando-o.

Na Festa do Anjo da Guarda (2 de outubro), a Igreja põe diante dos nossos olhos o texto do Êxodo que diz:

“Assim diz o Senhor: Vou enviar um anjo que vá à tua frente, que te guarde pelo caminho e te conduza ao lugar que te preparei. Respeita-o e ouve a sua voz. Não lhe sejas rebelde, porque não suportará as vossas transgressões e nele está o meu nome. Se ouvires a sua voz e fizeres tudo o que eu disser, serei inimigo dos teus inimigos e adversário dos teus adversários. O meu anjo irá à tua frente e te conduzirá à terra dos amorreus, dos hititas, dos ferezeus, dos cananeus, dos heveus e dos jebuzeus, e eu os exterminareis” (Ex 23,20-23).

Além de tudo isso, a Bíblia frequentemente mostra os poderes dos anjos na natureza, e afirma São Jerônimo que eles manifestam a onipotência de Deus (cf. S. Jerônimo, En Mich., VI, 1, 2; P. L., IV, col. 1206).

 Felipe Aquino
felipeaquino@cancaonova.com
Prof. Felipe Aquino, casado, 5 fihos, doutor em Física pela UNESP. É membro do Conselho Diretor da Fundação João Paulo II. Participa de Aprofundamentos no país e no exterior, já escreveu 60 livros e apresenta dois programas semanais na TV Canção Nova: “Escola da Fé” e “Trocando Idéias”. Conheça mais em Blog do Professor Felipe
Fonte: Site do autor: http://www.cleofas.com.br

Reflexao do Dia: Hierarquia dos Anjos

setembro 29, 2009

Seguindo o critério tradicional, são nove (9) os Coros ou Ordens Angélicais: Serafins, Querubins,Tronos, Dominações, Potestades, Virtudes, Principados, Arcanjos e Anjos, distribuídas em três Hierarquias.

PRIMEIRA HIERARQUIA:

É formada pelos Santos Anjos que estão em íntimo contato com o CRIADOR. Dedicam-se a Amar, Adorar e Glorificar a DEUS numa constante e permanente frequência, em grau bem mais elevado que os outros Coros: Serafins, Querubins e Tronos.

SERAFINS:

serafins

O nome “seraph” deriva do hebreu e significa “queimar completamente”. Segundo o conceito hebraico, o Serafim não é apenas um ser que “queima”, mas “que se consome” no amor ao Sumo Bem, que é o nosso DEUS Altíssimo.

Na Sagrada Escritura os Santos Anjos Serafins aparecem somente uma única vez, na visão de Isaias: (Is 6,1-2)

QUERUBINS:

querubins

São considerados guardas e mensageiros dos Mistérios Divinos, com a missão especial de transmitir Sabedoria. No início da criação, foram colocados pelo CRIADOR para guardar o caminho da Árvore da Vida.(Gn 3,24) Na Sagrada Escritura o nome dos Santos Anjos Querubins é o mais citado, aparecendo cerca de 80 vezes nos diversos livros. São também os Querubins os seres misteriosos que Ezequiel descreve na visão que teve, no momento de sua vocação: (Ez 10,12) Quando Moisés recebeu as prescrições para a construção da Arca da Aliança, onde o SENHOR habitou, o trono Divino foi colocado entre dois Querubins: (Ex 25,8-9.18-19) Estas considerações atestam que os Querubins são conhecedores dos Mistérios Divinos.

TRONOS:

tronos

Acolhem em si a Grandeza do CRIADOR e a transmitem aos Santos Anjos de graus inferiores. São chamados “Sedes Dei” (Sede de DEUS).
Em síntese, os Tronos são aqueles Santos Anjos que apresentam aos Coros inferiores, o esplendor da Divina Onipotência.

SEGUNDA HIERARQUIA:

São os Santos Anjos que dirigem os Planos da Eterna Sabedoria, comunicando aqueles projetos aos Anjos da Terceira Hierarquia, que vigiam o comportamento da humanidade. Eles são responsáveis pelos acontecimentos no Universo. Esta Hierarquia é formada pelos seguintes Coros de Anjos: Dominações, Potestades e Virtudes.

DOMINAÇÕES:

dominacoes

São aqueles da alta nobreza celeste. Para caracteriza-los com ênfase, São Gregório escreveu:

“Algumas fileiras do exército angélico chamam-se Dominações, porque os restantes lhe são submissos, ou seja, lhe são obedientes”. São enviados por DEUS a missões mais relevantes e também, são incluídos entre os Santos Anjos que exercem a “função de Ministro de DEUS”.

POTESTADES:

potestades

É o Coro Angélico formado pelos Santos Anjos que transmitem aquilo que deve ser feito, cuidando de modo especial da “forma” ou “maneira” como devem ser feitas as coisas. Também são os Condutores da ordem sagrada. Pelo fato de transmitirem o poder que recebem de DEUS, são espíritos de alta concentração, alcançando um grau elevado de contemplação ao CRIADOR.

VIRTUDES:

virtudes

As atribuições dos Santos Anjos deste Coro, são semelhantes aquelas dos Santos Anjos do Coro Potestades, porque também eles transmitem aquilo que deve ser feito pelos outros Anjos, mas sobretudo, auxiliam no sentido de que as coisas sejam realizadas de modo perfeito. Assim, eles também têm a missão de remover os obstáculos que querem interferir no perfeito cumprimento das ordens do CRIADOR. São considerados Anjos fortes e viris. Quem sofre de fraquezas físicas ou espirituais, deve invocar por meio de orações, o auxílio e a proteção de um Santo Anjo do Coro das Virtudes.

TERCEIRA HIERARQUIA:

É formada pelos Santos Anjos que executam as ordens do Altíssimo. Eles estão mais próximos de nós e conhecem a fundo a natureza de cada pessoa que devem assistir, a fim de poderem cumprir com exatidão a Vontade Divina: insinuando, avisando ou castigando, conforme o caso. Esta Hierarquia é formada pelos: Principados, Arcanjos e Anjos.

PRINCIPADOS:

principados

Os Santos Anjos deste Coro são guias dos mensageiros Divinos. Não são enviados a missões modestas, ao contrário, são enviados a príncipes, reis, províncias, Dioceses, de conformidade com o honroso título de seu Coro.

No livro de Daniel são também apresentados como protetores de povos: (Dn 10,13) Significa dizer, que são aqueles Anjos que levam as instruções e os avisos Divinos, ao conhecimento dos povos que lhe são confiados.

Porém, quando esses mesmos povos recusam aceitar as mensagens do SENHOR, os Principados transformam-se em Anjos Vingadores, e derramam as taças da ira Divina sobre eles, de forma a reconduzi-los através do castigo e da dor, de volta ao DEUS de Amor e Misericórdia que eles abandonaram propositalmente.

ARCANJOS:

arcanjos

A ordem tradicional dos Coros Angélicos coloca os “Arcanjos” entre os “Principados” e os “Anjos”. Pelas funções que desempenha, acreditamos que ele deve estar colocado no mais alto Coro dos Santos Anjos. Gabriel também é chamado de Arcanjo, e da mesma maneira que Miguel, através das páginas da Sagrada Escritura, vê-se que é conhecedor dos mais profundos Mistérios de DEUS, inclusive foi Gabriel quem Anunciou a MARIA que Ela estava cheia de graças e tinha sido escolhida pelo CRIADOR, para MÃE DE DEUS. Por outro lado, também Rafael é denominado pela Igreja como um Arcanjo. A respeito de Rafael, no Livro de Tobias, ele mesmo confirma que está diante de DEUS:

“Eu sou Rafael, um dos sete Anjos que estão sempre presentes e tem acesso junto à Glória do SENHOR”. (Tb 12,15)

ANJOS:

anjos

Os Santos Anjos recebem as ordens dos Coros superiores e as executam. Outro aspecto que não pode ser esquecido, é o fato de que os Santos Anjos, guardadas as devidas proporções, estão mais perto da humanidade e por assim dizer, convivendo conosco e prestando um serviço silencioso mas de valor incomensurável à cada pessoa. O CRIADOR inspirou o escritor sagrado no Livro Êxodo, da Bíblia Sagrada:

“Eis que envio um Anjo diante de ti, para que te guarde pelo caminho e te conduza ao lugar que tenho preparado para ti. Respeita a sua presença e observa a sua voz, e não lhe sejas rebelde, porque não perdoará a vossa transgressão, pois nele está o Meu Nome. Mas se escutares fielmente a sua voz e fizeres o que te disser, então serei inimigo dos teus inimigos e adversário dos teus adversários”. (Ex 23,20-22)

Fonte: http://www.cot.org.br/igreja/hierarquia-dos-anjos.php

Arcanjo São Gabriel: Quem e’ Ele?

setembro 29, 2009

 

saogabriel_10

No dia 29 de setembro se celebra os Arcanjos São Miguel, São Gabriel e São Rafael. Preparando para a Festa de nosso São Miguel, vamos conhecer a vida e a missão de São Gabriel. Quero deixar claro a você leitor que a historia dos Anjos e Arcanjos são tiradas da Bíblia Sagrada. Não tem nenhuma outra fonte que fale das atividades dos Anjos senão a que Bíblia. Todos os estudos que existem, livros escritos, artigos, etc.  a fonte principal são as Sagradas Escrituras. Falar e celebrar os Anjos é algo muito Bíblico. Entendido?

            Começaremos por falar o significado do nome Gabriel, que significa “Força de Deus”. Mas o que tem a nos revelar São Gabriel? Muita coisa! Em primeiro lugar, como o próprio nome diz, ele indica o Senhorio de Deus na vida das pessoas de fé. Revela o Poder, a Força de Deus. Em segundo lugar ele é o Anjo que anuncia a Maria que ela está grávida e que vai dar a luz ao Filho de Deus Jesus Cristo. Se São Miguel é o guerreiro, o defensor, São Gabriel é o mensageiro de Deus. É ele quem anuncia a vinda do Messias, do Salvador . Ele revela que aquele menino que Nossa Senhora espera é o Deus –Conosco já anunciado pelo profeta Isaias, no antigo Testamento. São Lucas narra assim:

            “No sexto mês o Anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia chamada Nazaré a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi; e o nome da Virgem era Maria. Entrando o Anjo, disse-lhe: AVE CHEIA DE GRAÇA, O SENHOR É CONTIGO.     […] Não temas Maria, pois encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberàs e darás a luz a um filho, e lhe porás o nome de Jesus. Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Daví; e reinará pra sempre na casa de Jacó; e o seu reino não terá fim. […] O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te envolverá com sua sombra. Por isso o ente santo que nascer de ti será Chamado Filho de Deus. Também Isabel, sua parenta, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que era tida como estéril: porque a Deus nenhuma coisa é impossível”. (Lc 1,26- 38)

            Não é maravilhoso esta passagem? Ele deixa claro que também foi ele quem anunciou a boa nova a Santa Isabel. Veja uma mulher velha, naquele tempo sem os recursos da medicina, tem um filho, o primeiro, São João Batista e um parto normal sem problemas. Para deus nada é impossível. São Palavras dele! Veja bem, no mundo de hoje que só ouvimos notícias ruins, esse Anjo diz só notícias boas. Por exemplo, ainda hoje a voz dele continua trazendo boas notícias porque uma pessoa desenganada pelos médicos, com dívidas, problemas pra resolver ele diz: Para deus nada é impossível. Acredite! Tenha fé sua vida pode ser mudada. E em muitos casos, está aí a Novena do perpétuo Socorro que não me deixa mentir, as bênçãos mais extraordinárias acontecem. Pessoas curadas, livre dos vícios, que conseguem empregos, etc. É só você ir e experimentar esta graça.

            Outra coisa maravilhosa é que esse Anjo nos ensina uma oração: a Ave Maria. Ele diz a você que ainda tem dúvida que Maria é cheia da Graça de Deus. Que ela é especial. Que você pode rezar o terço que ele garante que não é idolatria. O terço é uma oração bíblica e de fundamento teológico. Meu amigo, em um trecho tão pequeno como esse que citei esse Arcanjo fala palavras tão bonitas, notícias tão boas, tão pra cima. Você não acha que vale a pena conhecê-lo? Vá à Novena de São Miguel que começou dia 20 e se torne amigo dos Anjos de Deus.  Você vai perceber o quanto é importante e belo. Vamos aprender com São Gabriel a dar Notícias Boas. Seja você também um mensageiro do Senhor.

Reflexao do Dia: Os Anjos do Senhor

setembro 28, 2009

saomiguel[1].Luis+Ju%C3%A1rez

É incrível como que Deus sempre usou os Anjos pra dizer alguma coisa à humanidade. Sinceramente, eu sou muito feliz por ter sido pároco de uma igreja no qual o patrono é um Arcanjo. Digo a vocês que desde a primeira Festa que celebrei à última, antes de vir pra Roma, a fiz com muito entusiasmo e devoção. É um privilégio essa devoção a São Miguel, porque é a própria Palavra de Deus que nos revela os Anjos e nos ensina esse modo bonito de agradecer a Deus, esta dádiva que ele nos dá, que é a presença constante dos anjos na vida do seu povo. Gente, isso é maravilhoso! É um orgulho para o povo de santos Dumont isso: O Arcanjo da Bíblia chefe da Milícia celeste padroeiro da cidade.

            Vou contar uma história pra vocês. Quando eu estava vindo pra Roma, a minha amiga, Bel do posto, me deu uma camisa de são Miguel. Eu trouxe esta camisa aqui pra Roma e sempre que a visto, meus amigos padres italianos, indianos e colombianos, que vivem comigo na mesma casa, ficam encantados. Que camisa linda! Então, eu todo honroso digo: é a camisa da minha paróquia. Eles dizem, realmente São Miguel é muito especial. E é verdade! Paróquia de São Miguel faz pensar uma coisa leve, pura, abençoada, em poucas palavras, uma coisa de Deus mesmo. Vocês devem ser verdadeiramente felizes, porque é uma bênção maravilhosa ter São Miguel tão perto.

            Olha só, os Anjos na Bíblia são aqueles que anunciam Deus. São os mensageiros de Deus. São aqueles que cantam e louvam a Deus diante do Trono. Na missa, se reza o Glória Deus nas alturas. Estas são palavras dos Anjos que cantaram quando Jesus nasceu. Foi a grande homenagem que eles fizeram a Jesus. Se você preferir, de maneira bem mineira, foi a serenata de nossos irmãos mais velhos, ao Menino Deus que nascia. É maravilhosa a descrição do evangelista São Lucas:

            “Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam o seu rebanho nos campos durante a vigília da noite. Um anjo do senhor apareceu-lhes e a glória de Senhor refulgiu-se ao redor deles, e tiveram grande temor . O Anjo disse-lhes: Não temais eis que anuncio-lhes uma boa nova que será alegria para todo povo: hoje nasceu na cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor. Isto vos servirá de sinal: Achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura. E subitamente ao Anjo se juntou uma multidão do exercito celeste, que louvava a deus e dizia: Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência divina” (Lc 2,8-14).

            Agora me diga a verdade: Tem coisa mais bonita que este coro dos Anjos? Eu também acho que não tem não. Amigo, é isso que celebramos na Festa de São Miguel. Esse coro de Anjos e fiéis que cantam o Glória a Deus nas alturas. É por isso que você não pode faltar á Novena e á Festa de São Miguel. Você vai participar desse louvor a Deus e a Jesus. O louvor não é a São Miguel, mas a Deus por nos ter dado são Miguel. Juntos com São Miguel vamos agradecer a Deus os muitos benefícios que ele nos concede durante o ano. Não tenha vergonha de pegar a sua Bíblia e ir para a Igreja louvar a Deus por este dom de poder, junto com os Anjos, dizer seja Louvado, Bendito o Nome do Senhor a Ele a Glória, Poder e Majestade.

São Miguel Arcanjo, patrono da Igreja de Cristo

setembro 27, 2009

arcanjo_miguel

Querido amigo, a Igreja católica quer que seus fiéis sejam uma grande família. A família de Jesus de Nazaré, dos filhos de Deus. Como família temos nossos conflitos, desentendimentos, incompreensões etc. Mas como família temos que estar disponíveis a perdoar, como diz o ditado:  “dexa pra lá”. Sem isso não é possível viver. Porque o ser humano é muito complicado, a começar por mim que te escrevo agora. Então,temos que entender a Igreja como família. Não somos perfeitos, sem defeitos ou sem pecados, mas estamos, no dia a dia buscando nos aperfeiçoar para sermos, amanhã, melhores do que fomos hoje.

             Deus sabe disso e por isso nos deixou os “irmãos mais velhos”que são os Anjos. A quem pertence a Igreja? Claro que é a Jesus. Porém, ele nos deixou os Anjos para cuidar de nós. Como na família sempre os mais velhos são padrinhos dos mais novos ou de qualquer forma os ajudam. Assim são os anjos conosco. De qualquer forma, em algum dia ou de alguma maneira eles nos ajudaram ou ajudarão. Patrono quer dizer guardião, se preferir,  padrinho. Assim, São Miguel  é padrinho do povo de santos Dumont e da Igreja no mundo todo. Por isso as cores de São Miguel é amarela e branca da cor da bandeira do Vaticano.

            Mas onde está escrito que são Miguel é nosso patrono? Onde é que eu inventei essa história? Olha, eu não inventei história nenhuma. Abra sua Bíblia em Apocalipse capítulo 12 versículos 1- 9 está escrito:

             “apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma mulher vestida de sol tendo a lua debaixo de seus pés, e na cabeça uma coroa de 12 estrelas. Estava grávida e gritava de dores, sentindo a angustia de dar à luz. Depois apareceu outro sinal: um grande dragão vermelho, com sete cabeças e dez chifres, e nas cabeças sete coroas. Varria com sua calda uma terça parte das estrelas do céu, e as atirou a terra. Esse dragão deteve-se diante da mulher que estava para dar a luz, a fim de que, quando ela desse a luz, lhe devorasse o filho.            Ela deu a luz a um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferro. Mas seu filho foi arrebatado para junto de Deus e do seu trono. A mulher fugiu então para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um retiro para ai ser sustentada por mil duzentos e sessenta dias.

            Houve uma batalha no céu. Miguel e seus anos tiveram que combater o dragão. O dragão e seus anjos travaram o combate, mas não prevaleceram. E já não ouve lugar nos céus para eles. Foi então precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamado demônio e satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra e com eles os seus anjos”.

Como você pode notar foi uma guerra. São Miguel é guerreiro! Defensor da família, da Igreja, enfim, de todas as pessoas de bem. A mulher é Nossa Senhora, porque o livro do Apocalipse descreve as características do filho, como sendo as de Jesus: menino, Rei de todas as nações, ou seja Rei dos reis,arrebatado para junto de Deus. É sem dúvidas Nossa Senhora. Mas é também a Igreja. Nossa Senhora é a primeira cristã. Ela é símbolo da nossa Igreja. Não existe a Igreja Católica sem a Mãe de Jesus. Nos somos cristãos! Seria contraditório, se nos católicos não assumíssemos a Mãe de nosso mestre e fundador, Senhor e Único Salvador, como Mãe nossa. Então ela é sinal como diz o Apocalipse, da Igreja, que nascia naquele momento e que era e, ainda hoje, perseguida. “Mas os poderes do mal não prevalecerão contra ela”(Mt 16,18). Neste texto, escrito por são João o discípulo que acolheu a Mãe de Jesus em sua casa, está muito evidente que são Miguel é patrono, defensor, ou seja guardião da Igreja Católica. É a Bíblia, como voces estão vendo, quem diz. Acreditemos nesta palavra e a sua vida se transformara. 

Reflexao do Dia: Anjos de Deus Guardai-nos

setembro 26, 2009

anjo_guarda2

O povo de Santos Dumont é um povo abençoado por que tem como patrono o  Arcanjo São Miguel. Miguel significa: “Quem como Deus”? Essa pergunta deve ressoar nos ouvidos meu e seu a cada dia, sobretudo quando as tempestades se aproximam de nós. Problemas familiares, no trabalho, doenças, crises de relacionamentos, etc. São esses momentos em que as pessoas estão frágeis que têm a tentação de buscar em falsas promessas a solução para seus problemas. É nesse momento que precisa responder a essa pergunta : Quem como Deus?  Se deus é por nós quem será contra nós? Pergunta São Paulo. Essa é uma pergunta, mas ao mesmo tempo uma afirmação : Quem será contra nós? Se intui: ninguém. Se você comunga quem será contra você, ou seja, quem terá poder contra você? Meu amigo, se você comunga o Santíssimo Corpo de Nosso Senhor Jesus Cristo ninguém poderá fazer mal a você. Ah se as pessoas soubessem o quanto é forte a santa Missa! Aquele homem e aquela mulher que vão a missa, pelo menos aos domingos, não tem macumba, não tem sessão do descarrego, não tem feitiço que lhe faça mal. Por que como diz o salmo 91 “Porque aos seus anjos ele mandou que te guardem em todos os seus caminhos . Eles te sustentarão em suas mãos,  para que seus pés não tropecem em alguma pedra . Sobre serpentes e vibras andarás, calcarás aos pés o leão e o dragão”.

Como você pode ver os anjos são enviados a nós por Deus não é invenção  do papa como falam muitos. Aqui nasce o respeito e a devoção aos Anjos de Guarda. Não é superstição, ou idolatria, tomar o lugar de Deus, mas exercito de deus para guardar seus filhos: eu e você. Quem diz é a Bíblia. Querem ver outra passagem maravilhosa e que pode mudar seu parecer agora? Então pegue sua Bíblia aí. Abra no livro do profeta Daniel capitulo 12 versículo 1a “Naquele tempo surgirá Miguel, o grande chefe, o protetor dos filhos do seu povo”.  Chefe do que? Da Milícia celeste ou seja dos anjos que o Senhor  Deus colocou para nos guardar, nos defender.  Por isso se diz os filhos do seu povo. Que povo? Seu! De quem? Povo de Deus. Somos o povo de Deus por isso cantamos: “Também sou teu povo Senhor, estou nesta estrada, somente tua Graça me basta e mais nada”. Então, agora você entendeu porque a Igreja celebra São Miguel? É muito simples é só ter a Bíblia na mão. Ela nos conduz a prática da fé.

Reflexão do Dia: A Festa de São Miguel

setembro 25, 2009

       Este mês de Setembro é um mês muito especial para nós católicos. Celebramos o mês da Bíblia. A Bíblia pode ser chamada de vários nomes: Sagrada Escritura, Palavra de Deus, Boa Notícia. Estes são alguns nomes que citamos, porém existem outros nomes. Em dois mil anos de história, a Igreja Católica, única Igreja Cristã fundada por Jesus Cristo, pode se gabar, porque foi ela quem conservou a Sagrada Escritura até nossos dias. Estudos mostram que foram os monges quem guardaram, conservaram a Bíblia até nossos dias. Naquele tempo não existia eletricidade. Eles usavam as famosas candeias de azeite para iluminar a noite, para que eles pudessem copiar, à mão com uma pena, este Livro Santo. Eram copias em pergaminho, papiros, folhas de papel etc. Depois com a invenção da prensa começaram a imprimir a Bíblia conforme vemos ate hoje. Aliás, hoje temos a bíblia em CDs, falada e escrita, etc, Mas no inicio não era assim! Eram os monges que escreviam a mão. Alis era muito bem escrito, com letras desenhadas e coloridas. Por isso, nós católicos temos um dever moral de saber a Bíblia e de estudá-la sempre. Temos este curriculum é uma honra pra nós.  Mesmo Lutero, fundador do protestantismo, era monge agostiniano. Portanto conhecia a Bíblia a fundo. Mas graças à sua formação recebida na Igreja Católica. Mesmo não comungando mais da doutrina católica, Lutero era padre porque uma vez sacerdote, sacerdote pra sempre.

            Que neste ano dedicado a São Paulo possamos descobrir o sentido da Palavra de Deus na vida em sua vida. Que possamos, como católicos, ressuscitar no seio de nossa Paróquia e de nossas famílias o aspecto da missão cotidiana, sem medos e vergonha. Ao mais, digo que nossa Paróquia de São Miguel, que neste mês celebra sua festa, possa degustar, com a Novena deste poderoso Arcanjo, o valor de se ser Missionário. Que esta Novena possa dar às pessoas o sentido do poder e do senhorio de Deus em suas vidas.

            Quem como Deus? É esta a pergunta que São Miguel faz com o bastão nas mãos. Todos que vão à Igreja de São Miguel se deparam com este questionamento: Quem Como Deus? É como se dissesse: Você sabe qual é o lugar que Deus, realmente ocupa em sua vida? Você tem consciência do que Deus pode fazer na sua história pessoal? Você acredita que Deus pode transformar a água em vinho, isto é, transformar sua vida e seus relacionamentos em coisas mais agradáveis? Você tem consciência de que participando desta novena a sua vida pode ser transformada? Você sabe que não tem nenhuma coisa mais importante que você possa fazer que participar da Santa Missa? Você sabe que o nosso Deus é o Deus do Impossível? Você sabia que Deus se fez homem veio ao mundo na pessoa de Jesus Cristo e fundou uma Igreja para te acolher, para te levar, através da vivência sincera dos sacramentos, à salvação?

            Amigo são perguntas e questionamentos deste Arcanjo que nos a, como comunidade de crentes, a fazer da fé nosso objetivo maior.  Reze esta oracao:

sao-miguel-arcanjo

Estudo sobre os Anjos

setembro 25, 2009

IMG_2037

Meu amigo, em virtude de celebrarmos no dia 29 de setembro os Arcanjos São Miguel, São Gabriel e São Rafael, vamos estar fazendo um estudo bíblico sobre os anjos. A Igreja Católica, a única Igreja fundada por Jesus Cristo, sempre admitiu a presença de anjos. As Igrejas protestantes não. Eles, os protestantes, São tantas que uns aceitam outras, ata ano passado alguns não aceitavam os anjos hoje já aceitam. Eles vão pelo que da onda. Nos católicos não somos e nem podemos ser assim. Os protestantes fundaram suas Igrejas. Por exemplo: a Igreja Universal e’ do Edir Macedo,  A Igreja Internacional da Graça de Deus e’ do R.R. Soares, A Igreja Deus e’ Amor  e’ do David Miranda e assim por diante… Somente a Igreja católica e’ de Cristo. Se você esta no Brasil ou nos Estados Unidos, Na África ou na Europa e vai `a missa, as leituras são as mesmas. Só muda a língua. No caso das Igrejas protestantes cada um fala o que quer. Não há unidade, porque não são iguais: são protestantes. Entre elas mesmas tem uma onda de protestos. Nos invés somos católicos, unidos na diferença cultural, de língua, mas o Espírito, a liturgia e’ a mesma.

Diante disso posso dizer que os anjos são, como que  patrimônios da Igreja Ccatólica. Algumas dessas Igrejas usam os anjos como apropriação incorreta, daquilo que e’ da Igreja Católica. Como a Bíblia por exemplo: não existe Bíblia protestante, mas Bíblia Católica que eles, os protestantes, apropriaram e arrancaram livros e depois vendem a idéia de que eles sabem Bíblia e nos Católicos não. Estou empenhado a quebrar esse mito e, fazer com que você meu amigo leitor, conheça a verdade sobre os fatos.

Quero e peco que você use desses estudos no seu trabalho pastoral, que sirva de argumento no seu ambiente de trabalho, lazer e na sua própria casa. Como diz Jesus: “Conhecereis a verdade e a Verdade vos libertara”. Isso mesmo! Temos muitos católicos que têm uma fé bonita, mas não tem fundamento. Aqui estamos lançando as pedras do alicerce de um grande espaço de formação.

Deguste essa semana, com a Bíblia do lado do seu computador e aprenda mais sobre os anjos. Gosto muito daquela passagem dos Atos dos Apostolos onde Felipe, no caminho de Jerusalém, interroga o Eunuco que o levava em um carro de tração animal, se ele entendia da Escrituras, então o Eunuco lhe responde: Como poderia se ninguém me orienta? (Cf. Atos 8,31). Quero que esse espaço seja uma orientação segura para que você aprenda, por si só, a discernir as vás doutrinas.